Start up! Artes Gráficas

Trabalhos feitos por profissionais com + de 10 anos de experiência em artes gráficas!

Principais sites de Notícia do Brasil

Rio Grande do Sul e Vale do Taquari (Lajeado e região)

Canva

O software online que veio para ficar!

Cores

Curiosidades sobre cores

Design Freelancer

Quais as etapas da venda de um projeto

Monitores

Qual o melhor monitor para designer gráfico?

E quando não existia Photoshop?

Veja como eram editadas as fotos

Designer x Arte finalista

Diferença entre Arte finalista e Designer

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Principais sites de notícias do Brasil



Muitas vezes quando procuro por notícias de alguns países, encontro muitas dificuldades em saber em qual site confiar. Pensando nisso listei alguns sites de notícias do Brasil para que pessoas de outros países possam saber as verdadeira e confiáveis notícias de nosso país.

Segue a lista de sites de notícias confiáveis:

Notícias do Brasil e do mundo:






Notícias do Rio Grande do Sul e Vale do Taquari (Lajeado e Região):








Se você é de outro país deixe um comentário com algum site de notícia que recomenda de seu país.

STRANGER THINGS POSSIBILITA INTERAÇÃO COM A LOGO






Clique e veja:

STRANGER THINGS POSSIBILITA INTERAÇÃO COM A LOGO

Fonte: http://www.minutodesign.com.br/

E se os Pokémons fossem desenhados por Tim Burton

“Em tempos de PokémonGo” é uma série onde o Design Culture divulga imagens e vídeos onde a anaimação Pókémon está inserida ou algum assunto sobre o jogo.  Desta vez, conhecemos o trabalho de Vaughn Pinpin, um ilustrador da UP College of Fine Art que decidiu imaginar como seriam nossos queridos monstrinhos pela mente do Tim Burton. Confira abaixo.








Fonte: http://www.designculture.com.br/

Ei, designer! Você sabe quanto cobrar pelo seu trabalho?

“Certo, mas qual é o valor do serviço?”
Alguns profissionais se sentem perdidos, limitados ou até apavorados com esta pergunta. Depois de explicar todos os detalhes do projeto, o cliente precisa saber quanto irá te pagar e você deve estar preparado para, no mínimo, oferecer uma estimativa. Em outras vezes, é viável também pedir um tempo ao cliente, para que você crie o orçamento. Como fazer o orçamento? Como calcular? Quanto cobrar? Vamos descobrir!


ESTIMANDO O SEU VALOR
Antes de tudo, é preciso entender que para calcular um serviço prestado por você (ou pela sua empresa), deve-se levar em consideração o que ele representa. Com honestidade, avaliar o seu nível profissional, o seu tipo de graduação ou conhecimento, o seu tempo de experiência e a sua bagagem de técnicas. Tudo isso irá influenciar no que considero a melhor via de cálculo: hora trabalhada.
O cálculo através da hora de trabalho nada mais é do que embutir o seu valor pessoal, somado às suas necessidades de sobrevivência (comida, água, aluguel, deslocamento, etc) e de trabalho (uso de energia elétrica, assinatura de softwares, internet, banco de imagens, equipamentos, material, etc). Pesquisando também o mercado, você poderá gerar um valor hipotético de salário mensal. Vamos dizer que você trabalhará, rotineiramente, 7 horas por dia, 20 dias por mês, com um desejo salarial de R$ 3.000,00. Isso totaliza 140 horas por mês, que dividido pelo desejo salarial, resultará no preço de R$ 22,00 pela sua hora. A partir deste valor, você pode avaliar o tempo que gastará em cada projeto e calcular o preço.
Se em um projeto de design para cardápio você irá gastar 3 horas por dia, estimando um prazo de 5 dias, o valor aproximado desta peça (seguindo o exemplo acima), deverá ser de R$ 330,00 (3 horas x 10 dias = 30 horas x R$ 22,00). Sacou?!
Lembrando que essa é só uma sugestão da forma de cobrar pelos seus serviços. Alguns profissionais utilizam como base a tabela criada pela ADEGRAF (Associação dos Designers Gráficos do Distrito Federal). Clique aqui para visitar a última versão desta tabela referencial de valores.
(No fim do artigo, deixarei ferramentas online para calcular a sua hora trabalhada e valor do seu projeto!)
fotolia_99528211_subscription_monthly_m_final
SERÁ QUE ESTOU COBRANDO MUITO CARO?
Ou barato! Essa é outra preocupação constante na hora de passar o orçamento. Aquele medo de assustar o cliente. É neste ponto que devemos levar em consideração elementos como: complexidade do projeto, a verba disponível e relevância do projeto. Quando falo de relevância, me refiro a algo que está diretamente associado com a execução. Uma fachada para a padaria da esquina não é tão complexa quanto a fachada de uma padaria em uma grande avenida, por isso, menos relevante. Uma etapa difícil de instruir, pois é subjetivo ir para mais, ou para menos. A minha dica é seguir um pouco a sua intuição, pois, no fim das contas, é ela que irá lhe guiar (junto aos cálculos) quase sempre. Não se sente seguro em ser intuitivo? Relaxe, pois o tempo e a experiência irão cuidar de treinar a sua capacidade de orçar.
O importante é sentir a garantia de que está cobrando o preço justo pelo seu trabalho, para aquela situação. Procure também deixar claro, caso queira, que está disponível para realizar negociações do valor, principalmente se tratando de trabalhos caros. As vezes, um pequeno desconto de “10%” pode ser fator determinante para o cliente fechar com você, ou não.
fotolia_117394823_subscription_monthly_m
ECONOMIZE DINHEIRO
Não importa o quanto, economizar é sempre bom. Fazendo economia de forma correta, você irá aumentar a sua margem de lucro nos orçamentos. Não estou falando sobre manter as luzes apagadas e comprar Post-it’s mais baratos (o que também funciona). Estou falando sobre uma surpresa que tenho pra você. A Fotolia está disponibilizando algumas imagens gratuitas e profissionais do seu banco, para você utilizar nos seus projetos! É só clicar aqui para conferir. Veja também as ofertas de assinatura especiais, com a qualidade Adobe que você já conhece.
FERRAMENTAS PARA CALCULAR O SEU PREÇO
Gosto dessa e já utilizei bastante. Preencha o formulário com toda a honestidade possível! No fim, você terá o valor da sua hora de trabalho e acesso a uma planilha detalhada sobre o resultado. Criada pela empresa Entreoutros.
Ferramenta em inglês, criada pela MOTIV. Você precisará realizar a conversão de moeda (dólar) para o nosso real. Também no formato de formulário.
Essa é específica para o valor individual de um projeto. Você pode escolher entre um projeto de aplicativo, webdesign, design de marca ou design impresso. Ferramenta criada pela nuSchool.
Por hoje é tudo! Valorize sempre o seu trabalho e respeite a sua profissão.

Fonte: http://www.designculture.com.br/

Esse logo é muito mais do que você imagina


A galera do blog Metafizzy criou uma identidade visual surpreendente. Utilizando apenas as cores Red, Green e Blue e as letras R, G e B, (o famoso sistema de cores RGB) eles conseguiram um resultado surpreendente com formas geométricas e gráficos em 3D.






Fonte: www.publicitarioscriativos.com


Você valoriza seu trabalho?

Estava em uma comunidade de design gráfico no facebook quando me deparei com a publicação sobre a desvalorização da área. Infelizmente, parece que apagaram o post, pois não achei mais.

O rapaz trouxe uma discussão que achei muito interessante. E por isso gostaria de discutir isso aqui, com vocês, pois é algo que venho pensando muito nos últimos meses.

Ele comparou a profissão de médico e designer. Realmente é uma comparação difícil, já que o médico efetivamente salva vidas. Creio que médico só pode ser comparado a bombeiro. Mas seu argumento foi brilhante.

Ele disse que o design está em tudo a volta do médico, na identidade do hospital, nos blocos de receituário, e pensando por esse lado todo o equipamento que ele usa, o computador, seu jaleco, etc. Tudo foi pensado por um designer.

E vocês já pensaram nisso? Como o design está em tudo e em todo o momento na vida das pessoas? Isso também me faz refletir sobre o motivo da área ser desvalorizada, já que era usada por toda a sociedade.

Essa desvalorização é causada por diversos motivos.


No lado do cliente, ele vê o design gráfico como algo supérfluo, por ele não trazer nada diretamente. “Como assim?” – Eu digo isso realmente de forma direta. Ele não é responsável por aumentar as vendas, ele não é responsável por uma compra recorrente, ele não é responsável pela pessoa comprar mais… Isso tudo porque é muito difícil mensurar matematicamente o retorno do design.

E isso faz com que o cliente pense em investir em outras coisas que trarão retorno direto. Para ele investir em design, há um tempo de maturação do empreendedor. Pois sempre há um amigo, que é muito bom em vendas, que consegue faturar muito com o logo feito pelo “sobrinho”.

No lado do designer também há grande desvalorização da área. “Como assim?” – É complicado, mas é verdade. Os designers, e publicitários, adoram falar mal e zoar a própria área e seus clientes. Isso é um tema que inclusive alguns designers falam, que não devemos nos desvalorizar.

Coisa que não vejo os médicos fazendo. E com certeza eles têm muitas dificuldades, atendem vários casos que não são nada, ou pessoas que fazem tudo errado, mas não vemos eles divulgando isso nas redes sociais. Essa desvalorização é transmitida para o cliente, mesmo que inconsciente.

No lado da sociedade podemos vemos a desvalorização por ser algo de “fácil” aprendizado. O adolescente curioso em seu computador consegue aprender a mexer nos programas, e isso faz com que a sociedade pense que é algo que não precisa de uma real especialização.

Vejo muito isso nessa onda dos APPs. Quantos aplicativos não há para que pessoas “comuns” possam fazer suas próprias artes? Eu conheço inúmeras, e cada uma para situações específicas do design.

Vejo muitas pessoas querendo saber como fazer, querendo ter algo parecido com o que você faz, mas esperando uma solução milagrosa como um aplicativo.

“Tá, mas e agora?” – A real qualidade do designer não está em conseguir fazer, mas sim em conseguir fazer algo tão “Phoda!”.

Eu vejo que hoje, que com os “sobrinhos” e os aplicativos, o cliente vê que tem outras maneiras de fazer o logotipo, o folheto e o site. Por isso você deve mostrar para ele que design vai além do material em si, que tem coisas que apenas bons designers conseguem fazer.

Ou seja, na minha opinião o melhor jeito de mostrar a sua real qualidade é fazendo excelentes projetos.

Para mim há dois principais modos de vender:

1. Convencer a pessoa na conversa
Infelizmente nem eu, nem muitos dos designers, tem essa habilidade.

2. Mostrando como o produto é bom
Nesse caso, a compra é feita pelo cliente, você apenas mostra o real benefício do seu produto, se diferencia do mercado.

Fonte: http://designinspirador.com.br/

Entendendo e aplicando a Proporção Áurea!



Um verdadeiro monstro-de-sete-cabeças para alguns de nós. Alguém já te contou o quanto pode ser simples construir o Retângulo de Ouro, filho da Sequência de Fibonacci?


A Proporção Áurea é uma constante real algébrica irracional. Ela surge, por exemplo, quando você divide uma linha em dois pedaços (A e B), de forma que a razão entre eles (A/B) é igual à razão entre a linha inteira e o pedaço maior ((A+B)/A). Isto é aproximadamente igual a 1,618. Eu sei, talvez você não tenha entendido nada… ainda.
proporcao-aurea
E o que isso tem a ver com design? Bom, este artigo tem como objetivo explicar de maneira prática como criar a Espiral Áurea e o Retângulo Áureo! Separei para você um material do nosso blog apenas sobre a origem, história e importância da Proporção Áurea na arquitetura, fotografia, história e arte em geral. Clique aqui para conferir.
UMA BREVE INTRODUÇÃO
A origem disso tudo vem do Leonardo Fibonacci, pois ele entendeu que numa sucessão de números, definindo os dois primeiros números da sequência como 0 e 1, os seguintes serão obtidos através da soma dos seus dois antecessores. Os números são: 0, 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144, 233, 377… Dividindo qualquer número pelo anterior, extrai-se a razão que é uma constante transcendental conhecido como número de ouro (Phi = 1,618). A partir desses estudos, foram criados o Retângulo Áureo e a Espiral Áurea, estruturas que auxiliam na construção de composições visuais de proporções perfeitas. Ainda parece confuso? O Pato Donald (sim, sério) poderá te explicar de outra maneira.
Agora que ficou claro, podemos partir para a dúvida que assola muitos designers e diretores de arte: como raios eu uso isso para melhorar ou guiar os meus layouts? Não é simples, mas também não é difícil! Antes de te mostrar o nosso pequeno tutorial, gostaria de exibir um case do designer Pedro Panetto. Todas as peças, desde o logo, foram feitas com base na espiral e retângulo áureo. O resultado é esta marca maravilhosa para a Role, uma agência com foco em produção de vídeos. Confira:
f4117230848789-56362aca075f0
c5f0c630848789-563627bcce6ea
24371430848789-563627bceb6b6
E AÍ? COMO FAZ?
Palma, palma, não priemos cânico. É como uma parede com tijolos de tamanhos diferentes! Quero que você abra agora o seu Illustrator, crie um novo documento em branco e preste atenção. Sigam-me os bons!
Retângulo Áureo
1. Crie um quadrado proporcional. Ao manter a tecla shift pressionada, você consegue garantir isso.
2. Use a ferramenta de Linha e encontre o centro do quadrado. Arrastando de baixo para cima, termine a linha na extremidade superior esquerda do quadrado.
3. Use a ferramenta de Girar (R) e clique no ponto inferior da linha. Após isso, arraste o ponto superior para baixo, na direção esquerda, até se tornar uma linha horizontal na base do quadrado.
4. A partir do fim da linha, puxe um retângulo para a direita, depois o subindo para fechar a composição de forma proporcional.
5. A partir do retângulo esquerdo, crie um quadrado na parte de baixo. Arraste a forma até o limite dos objetos acima, depois pressione shift para completar proporcionalmente.
6. A partir do último quadrado criado, crie uma forma retangular no lado esquerdo. Você deverá arrastar de baixo para cima, pressionando shift em seguida para tornar a forma proporcional.
7. Agora na parte de cima, você deverá arrastar outra forma que mantenha a largura de todo o conjunto. Ainda com o botão do mouse pressionado, após arrastar, pressione shift e você terá um quadrado.
8. Dentro da menor área de toda a composição, crie um quadrado proporcional de cima para baixo.
8. Selecione e agrupe todos os objetos, girando-os em seguida em 90º. Comece a girar e pressione a tecla shift. A intenção é fazer o retângulo se deitar.
Espiral Áurea
1. Com o retângulo criado, você irá selecionar a ferramenta Arco (dentro da ferramenta de linha). Comece pelo quadrado maior, arrastando a forma de sua ponta superior esquerda, por dentro do quadrado e para baixo, até a extremidade inferior direita. Uma curva perfeita!
2. Repita o processo do próximo maior ao menor objeto, um por vez, dando forma aos poucos à espiral.
Sim! Você conseguiu. Agora é só levar este grid para alguns projetos e perceber como ele tem a contribuir para as suas noções de proporção. Existe uma técnica interessante, que gira em torno de multiplicar (para obter um tamanho maior), ou dividir (para um tamanho menor) as medidas de um objeto pela razão dourada (áurea): 1.618. Experimente criar um círculo, copiá-lo e dividir a sua largura por 1.618. Você terá dois círculos em proporção áurea! Sacou? Se quiser uma calculadora só pra isso, tem aqui.
Créditos: Nerival Ferraz | Design Culture

Cacau Show altera logotipo e passa utilizar novo símbolo


A rede de loja de chocolates Cacau Show anunciou na última semana o novo logotipo da empresa em uma das revendas no Brasil. O redesign traz uma tipografia, assim como um símbolo, mais arredondado em relação ao anterior.
Se antes as estrelas ocupavam a parte superior da marca de chocolates, os elementos se tornaram a base para o nome da empresa e o novo símbolo: a junção das iniciais C e S. O novo logo será implantado totalmente a partir do próximo ano.
Além da aplicação na primeira loja, embalagens inéditas de presentes com fitas e sacolas exclusivas para o ambiente já contam com a novidade.assim como nos uniformes da equipe.
Sabemos que nossos chocolates atendem com excelência às expectativas do consumidor. Mas essa nova loja também tem um grande foco no café, que harmoniza muito bem com chocolate, duas paixões do brasileiro. O consumidor será recebido pela marca num ambiente muito amigável mas ao mesmo tempo sofisticado, o que representa muito bem o DNA da Cacau Show”, ressalta Monica Ogawa, gerente de comunicação da Cacau Show e responsável pelo projeto.




Novo logotipo (Foto: Reprodução).




Antigo logo (Foto: Reprodução).
O projeto foi desenvolvido pelo head de design da Cacau Show, Rafael Altavista.



Fonte: http://designconceitual.com.br/

49 Curiosidades sobre Cores


Descobrir e aprender mais sobre cores é algo indispensável para qualquer pessoa que trabalha com criação, seja ele um designer, publicitário, artista plástico, ilustrador, videomaker, arquiteto, etc. As cores possuem significados, transmitem mensagens e sensações dependendo do contexto onde estão inseridas, e são capazes de orientar, de categorizar, de diferenciar e, também, de deixar o mundo um lugar mais agradável.
O designer Pedro Panetto lançou sete vídeos em seu canal no YouTube onde apresenta, em cada vídeo, sete curiosidades sobre determinada cor. Destacamos abaixo duas curiosidades de cada uma delas, e você pode conferir todas nos vídeos ao final deste post.

49-curiosidades-cores-1

Azul

A cor azul é a favorita entre a maioria das pessoas e, também, a mais presente em marcas.
Na antiguidade o azul era considerado uma cor feminina, isso porque ele é calmo, sensível e introvertido.

49-curiosidades-cores-2

Laranja

Antes dos europeus conhecerem a fruta laranja (que veio da Índia), a cor laranja simplesmente não existia para eles. Não há referências dessa cor em nenhum dos livros antigos dessa região.
O laranja é a cor mais aromática de todas, e sempre esperamos um gosto bom daquilo que tem a cor laranja.

49-curiosidades-cores-3

Verde

O verde é a cor da vida, da natureza e da saúde, porém também pode ser interpretada como a cor do veneno.
Sendo resultado da mistura do amarelo com o azul, o verde tem uma dualidade de impulso e possui uma tendência ao descanso e relaxamento.

49-curiosidades-cores-4

Amarelo

O conceito mais comum do amarelo é relacionado à iluminação, e por isso, também se relaciona com a inteligência.
O amarelo em si próprio é uma cor chamativa, o que o torna super-eficiente para sinalizar advertências. Não é à toa que o amarelo é muito usado em placas de trânsito, de avisos, e até para sinalizar perigo.

49-curiosidades-cores-5

Roxo

O roxo, ou violeta, é uma mistura entre o azul e o vermelho. Não é uma cor masculina, nem feminina. É uma cor mista, e extremamente ambivalente.
Na antiguidade a cor roxa representava poder. No império romano, apenas o imperador e sua família podiam usar púrpura.

49-curiosidades-cores-6

Rosa

Apesar de ser estranho, o rosa pode ser, ou é, uma cor masculina. Considerando que o vermelho possui essa característica masculina, o rosa nada mais é do um tom de vermelho mais fraco. Porém, culturalmente, o rosa passou a ser associado ao universo feminino.
O rosa é a cor do charme, do que é gentil, da suavidade e das coisas pequenas.

49-curiosidades-cores-7

Vermelho

O vermelho foi a primeira cor a ser batizada. É a denominação cromática mais antiga do mundo. Tanto que em diversos idiomas a palavra “colorido” é a mesma para a cor vermelha, como por exemplo, o “colorado” em espanhol.
O vermelho tem ondas longas, e isso quer dizer que ela é sempre é a primeira cor a ser notada.

Fonte: http://cemporcentodesign.blog.br/
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial