Start up! Artes Gráficas

Trabalhos feitos por profissionais com + de 10 anos de experiência em artes gráficas!

Principais sites de Notícia do Brasil

Rio Grande do Sul e Vale do Taquari (Lajeado e região)

Canva

O software online que veio para ficar!

Cores

Curiosidades sobre cores

Design Freelancer

Quais as etapas da venda de um projeto

Monitores

Qual o melhor monitor para designer gráfico?

E quando não existia Photoshop?

Veja como eram editadas as fotos

Designer x Arte finalista

Diferença entre Arte finalista e Designer

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Guia do espaço e designer de órgãos: organização lista 10 profissões do futuro


Foi-se o tempo em que as respostas para a pergunta "o que você quer ser quando crescer?" eram apenas "médico", "advogado" e "professor".
Futuras gerações devem ter opções muito mais criativas, como "guia turístico do espaço" ou "designer de órgãos do corpo".
É o que diz o relatório Tomorrow Jobs, feito em parceira pelo Future Lab, consultoria que tenta prever tendências em 14 áreas, e a Microsoft Surface, área da empresa voltada para estudantes.
O relatório descreve dez empregos que não existem hoje mas que, segundo a consultoria, existirão em dez anos.
"Tenho que ser honesto: alguns empregos desta lista surpreenderam até a gente, e não é muito fácil nos surpreender", disse à BBC Steve Tooze, futurologista do Future Lab.
De acordo com o Departamento de Empregos americano, 65% dos estudantes de hoje irão trabalhar em carreiras que ainda não existem. 
Veja abaixo os empregos do futuro:

1. Arqueólogo de lixo espacial

Sua tarefa será localizar e explorar destroços de materiais na órbita da Terra. Também farão tours guiados em naves abandonadas e satélites fora de uso, enquanto coletam, arquivam e decifram cada item recuperado.

2. Especialista em armazenamento de memória

O relatório prevê que, no final dos anos 2020, interfaces cérebro-software que antes eram usadas apenas por neurocientistas irão se popularizar. Com isso, as pessoas poderão ler e capturar pensamentos, memórias e sonhos.
Esses especialistas teriam a função de ajudar os usuários a aumentar a capacidade de armazenamento de suas mentes. Com isso, elas poderão acessar mais lembranças e experimentá-las quando quiserem.

3. Estrategistas de recuperação da natureza

Com a previsão de que a população da Terra ultrapasse os 9 bilhões, os ecossistemas naturais estarão no limite em 2025. Esse profissional irá reconstruir ecossistemas usando fauna e flora de todo o mundo. A ideia é que ele possa reintroduzir plantas e animais extintos em diversas regiões, além de ajudar os animais a migrarem quando necessário.

4. Profissional de inovação de bateria

O estudo prevê que, em alguns anos, haverá um aumento do uso de energias renováveis, como solar e eólica. Porém, será preciso ter energia armazenada para dias em que não haja sol ou vento
Quem fará isso são esses profissionais, que combinarão diferentes elementos para inventar novos tipos de armazenagem de energia. Eles também irão supervisionar a instalação de supercarregadores para lidar com a demanda crescente por energia gerada pelo aumento do uso da "internet das coisas".

5. Designer de partes do corpo

Futurologistas preveem que, com os avanços da tecnologia, a média de idade dos humanos supere os cem anos. Isso vai acontecer com a popularização das técnicas de substituição de órgãos e tecidos humanos.
O designer de órgãos vai projetar membros que combinem com o tom de pele e musculatura, além de criar novas aparências ou aumentar a funcionalidade de membros para determinadas funções ou esportes.

6. Designer de ambientes virtuais

Por volta de 2025, milhões de pessoas passarão uma boa parte do dia trabalhando, jogando ou viajando em ambientes de realidade virtual. Mas essa experiência precisará ser imersiva a ponto que quase não seja possível diferenciá-la do mundo real. Por isso, será preciso ter profissionais como arquitetos e design de interiores que trabalhem apenas no ciberespaço.

7. Ativista de ética tecnológica

Na próxima década, o relatório prevê que a tão esperada era dos robôs finalmente chegará. Eles poderão ser assistentes pessoais, técnicos de trabalhos manuais ou atendentes de serviços ao consumidor, por exemplo.
Mas eles roubarão os empregos das pessoas? Quem irá regular isso? É aí que entra a figura do ativista, que atuará junto a governos para decidir o que os robôs podem ou não podem fazer.

8. Comentarista de cultura digital

Acredita-se que o sucesso de redes sociais de apelo visual, como Instagram e Pinterest, mostre que as novas gerações se engajem cada vez mais com a cultura por meio de imagens. Por isso, será necessário ter alguém que transforme cultura e artes em imagens, além de adaptar a cultura de marcas a essa nova realidade.

9. Biohacker freelance

Um ambiente antes restrito a acadêmicos irá se abrir para profissionais que não precisam publicar artigos ou dar aula e, com isso, podem explorar mais sua criatividade.
O relatório prevê que, em dez anos, a medicina também passará a se aproveitar de crowdsource e soluções inovadoras na busca de vacinas, antibióticos e curas de doenças. A ideia é que esses profissionais freelance se unam em ambientes online e usem ferramentas de edição de genes, por exemplo, para buscar curas de doenças.

10. Criação na área de dados da internet das coisas

Muita gente não sabe, mas já está usando a internet das coisas, com carros e eletrônicos que têm softwares que coletam dados. A tendência é que isso aumente --seu tênis pode reunir dados sobre sua corrida para você, por exemplo.
O profissional dessa área irá unir e interpretar esses dados, de forma a oferecer mais serviços úteis para o consumidor.
Fonte: http://economia.uol.com.br/

Subway irá adotar novo logo em 2017


A rede de lanches Subway irá adotar um novo logotipo e identidade visual no próximo ano. Após 15 anos sem mudanças, a nova marca se torna versátil e passa a contar com um símbolo/ícone, uma variação do logo.
Intitulado de “próximo passo”, em analogia a evolução do pedido dos lanches, o redesign traz a mudança da posição em que as cores estão na tipografia. Além disso, o traçado que fazia parte da marca deixa de existir.
Estamos em uma viagem emocionante para atender os gostos em mudança dos nossos clientes “, disse Suzanne Greco, presidente e CEO da Subway. “A marca Subway é reconhecido em todo o mundo , e este novo visual reforça o nosso compromisso com a ficar fresco e com visão de futuro com um design que é clara e confiante sem perder de vista a nossa herança “, conclui.


Fonte: http://designconceitual.com.br/


Dell troca de logotipo após seis anos




A empresa de tecnologia Dell anunciou nesta quinta-feira (8) o novo logotipo da empresa. Sem muitas alterações, a tipografia perdeu o estilo negrito e está mais fina.

Além disso, as alterações irão acontecer em outras empresas ligadas ao grupo, a Dell Technologies e Dell EMC.



Fonte: http://designconceitual.com.br/


Universal Studios apresenta redesign do logotipo

O estúdio de filmes e parque temático Studio Universal passou por uma renovação nas estruturas da empresa. Para comemorar isso, um redesign de logotipo das sedes de Orlando e Hollywood foram feitos.
No trabalho, segundo Scott Sorenson e Struck Librarian, duas frentes deram a direção ao projeto: a evolução da história da tipografia anteriro e uma revisão completa do logotipo.
A principal mudança foi a retirada do anel no centro do logotipo em ambas as versões. Quanto às cores, o logo de Orlando deixou o azul de lado no nome da cidade, enquanto em Hollywood, o vermelho se tornou dourado.
Outra alteração foi a padronização das marcas das duas sedes, que antes possuía características diferentes.

“Ao invés de uma série de marcas exclusivas, existe agora um   a família de marcas visualmente semelhantes para todos os ativos na carteira de parques Universal”, diz a nota.


Fonte: http://designconceitual.com.br/

TP-Link lança novo logo e slogan





Desde esta segunda-feira (23), a empresa de tecnologia TP-Link possui um novo logotipo. O objetivo é revigorar a marca e alinhá-la com a evolução estratégica corporativa da fornecedora global de produtos de consumo.
Deixando de lado o azul escuro, o novo logo adota o verde e um símbolo de uma seta apontando para o centro. Segundo a empresa, isso indica o compromisso da marca com uma cultura centrada no cliente, que se alinham com as necessidades do cliente dos nossos dias. Além da alteração do logotipo, a empresa passa a adotar um novo slogan: “Com segurança inteligente”.
“Nos últimos 20 anos, a equipa de I&D da TP-Link tem evoluído constantemente no sentido de responder às necessidade dos nossos clientes. Chegámos agora a uma nova fase da nossa história e a estratégia passa por responder às necessidades do estilo de vida conectado dos nossos dias”, disse Jeffrey Chao, presidente da TP-Link.
Fonte: http://designconceitual.com.br/

Canva - NOVA ferramenta de design online






O Canva é um software de design gráfico gratuito, fácil de usar e completamente online (não é necessário baixar nenhum programa). E já está fazendo bastante sucesso entre seus usuários! Criado há menos de 5 anos, já conta com 11,4 milhões de usuários em 179 países. Para se ter uma ideia, 4 designs são criados a cada segundo com a nossa ferramenta. 



Lançado recentemente o site no Brasil o software online está conquistando muitos usuários rapidamente.






Com uma interface limpa e rápida ele permite trabalhar em vários layouts pré prontos e ainda carregar imagens do próprio usuário.

Sendo bem usado o Canvas pode ser uma ótima ferramenta de design online,
rápido, simples e objetivo, esse software cumpre seu papel.

Acesse www.canva.com e teste essa espetacular ferramenta!



← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial