Start up! Artes Gráficas

Trabalhos feitos por profissionais com + de 10 anos de experiência em artes gráficas!

Principais sites de Notícia do Brasil

Rio Grande do Sul e Vale do Taquari (Lajeado e região)

Canva

O software online que veio para ficar!

Cores

Curiosidades sobre cores

Design Freelancer

Quais as etapas da venda de um projeto

Monitores

Qual o melhor monitor para designer gráfico?

E quando não existia Photoshop?

Veja como eram editadas as fotos

Designer x Arte finalista

Diferença entre Arte finalista e Designer

terça-feira, 3 de março de 2015

A importância do trabalho dos coloristas no cinema



Talvez um dos trabalhos que você menos repara e dá valor no cinema é o dos coloristas, mesmo ele sendo essencial para a qualidade de uma cena. O estúdio Grade com sede em Kansas City criou um vídeo mostrando o trabalho de Taylre Jones, colorista do estúdio, onde fica evidente algumas alterações feitas nas cenas do filme independente The House on Pine Street.

As cenas foram filmadas por câmeras Sony F55 em formato LOG, com tons mais neutros, para facilitar a pós produção e aumentar a qualidade do trabalho. Confira: (Clique nas imagens para ampliá-las)


Fonte: http://www.designine.com.br/

Profissão: Designer Gráfico

Designer gráfico é basicamente um ‘Solucionador de Problemas’. O cliente chega com uma situação problema e você encontra o melhor caminho para solucioná-la. Não é lindo?! *-*
Um designer gráfico atua na elaboração desde cartões de visita a identidades visuais corporativas. Sempre disposto a fazer pesquisas, com objetivo de fazer criações originais. E tomando muito café para aguentar sua longa e cansativa jornada de trabalho. Sem falar nos chefes que acham que ser designer gráfico é “mexer no corel draw” e ainda as falhas de impressão que te deixam LOOOOOOOUCO de raiva!
Mas apesar de tudo isso é uma profissão maravilhosa que vem crescendo bastante no Brasil. Infelizmente ainda não é regularizada, mas, eu acredito que essa situação mudará em pouco tempo.
Designer gráfico em poucas palavras:
  • Pra você: melhor profissão do mundo ♥
  • Pra sua mãe: meu bebê é um artista *-*
  • Pro seu pai: tudo bem… pode ser que case com alguém rico…
  • Pra sua tia: ahhh! Você faz uns desenhos tão lindos nesse computador!
  • Pra sua vó: profissão de doido… nunca vai casar desse jeito!!!
  • Pros seus amigos designers: companheiro de café \o
  • Pros outros amigos: duro :-/
Fonte: http://designechimarrao.com.br/

Lista de atalhos do Photoshop em PDF


Se você é iniciante no uso do Photoshop, com certeza fica super perdido com o monte de menus que o programa possui. Pelo menos eu acho super complicado encontrar certas ferramentas e funções.
Acho que é exatamente por isso que existem vários atalhos que ajudam a chegar mais rápido aos itens mais utilizados do programa. Porém, é ainda mais complicado decorar estes inúmeros atalhos.
Hoje vou mostrar para vocês onde conseguir a lista completa dos atalhos do Photoshop no próprio programa, e o melhor: você pode salvar em PDF e guardá-lo onde desejar, ou até mesmo imprimir para você ter um acesso rápido a eles. Vamos lá?
1) Abra o Photoshop, vá até o menu Edit, selecione a opção Keyboard Shortcuts.
Onde encontrar os atalhos do photoshop
2) Clique no botão Summarize e salve o arquivo html gerado.
Onde encontrar os atalhos do photoshopOnde encontrar os atalhos do photoshop
3) Vá até o arquivo salvo e clique duas vezes para que ele abra no navegador. Agora é só salvar como PDF e aproveitar.
Onde encontrar os atalhos do photoshop
Onde encontrar os atalhos do photoshop
Se você for usuário Windows, provavelmente a forma de salvar o arquivo em PDF é diferente.
Fonte: http://www.conexaofotografica.com.br/

Como colocar assinatura no Lightroom


Vários leitores vem me perguntando como inserir assinatura no Lightroom, hoje resolvi mostrar para vocês como é fácil, rápido, e o melhor: facilita muito nossa vida.
1) Primeiro você irá lá no menu Lightroom (para usuários MAC) ou Editar (para usuários Windows) e clicar emEditar marcas d’água.
Tutorial de assinatura no Lightroom
2) O segundo passo é escolher o Estilo da marca d’água, se você deseja incluir um texto que você deve escrever na caixa branca abaixo da foto ou um arquivo gráfico, que deve ser PNG ou JPG escolhido do seu computador.
Tutorial de assinatura no Lightroom
Tutorial de assinatura no Lightroom
3) Decidida a assinatura, na aba Efeitos de marca d’água vamos escolher o tamanho, posição e opacidade (se necessário). No tamanho usei a distancia 3 na horizontal e vertical, e a proporção 14.
Tutorial de assinatura no Lightroom
Tutorial de assinatura no Lightroom
Tutorial de assinatura no Lightroom
4) Depois de decidido todos os detalhes, é só clicar em salvar e escolher o nome da assinatura.
Tutorial de assinatura no Lightroom
5) Na hora que for exportar (aprenda aqui) é só abrir a aba Marca d’água, selecionar a opção Marca d’água e escolher a assinatura.
Tutorial de assinatura no Lightroom
Tutorial de assinatura no Lightroom
Fonte: http://www.conexaofotografica.com.br/

A Tale of Momentum and Inertia – Um curta animado fantástico


Um curta animado sensacional, feito pela HouseSpecial, que acabou conquistando o mundo com apenas 1 minuto e 10 segundos.
Nesse vídeo uma criatura de rocha faz o possível e o impossível para tentar proteger e salvar uma pequena aldeia ameaçada por um pedregulho enorme. Porém, apesar das boas intenções, as coisas não saem como o esperado…
Me identifiquei com muitos casos parecidos. As vezes você quer ajudar e acaba MUITO prejudicado.
Fonte: http://uhull.virgula.uol.com.br/

O que eu preciso para começar a fotografar?


É apaixonado pelo mundo da fotografia mas ainda não começou a fotografar? No post de hoje vamos te ajudar a escolher quais os itens que precisa adquirir para começar nesta vida.

1 – A CÂMERA

Qual câmera comprar?
Existem muitas câmeras no mercado, e cada uma delas será boa para cada tipo de fotografia e ramo que você deseja seguir. Uma das primeiras coisas que você precisa saber é que a câmera não faz o fotógrafo. Então não adianta você comprar uma câmera profissional de 10 mil reais e esperar que qualquer click saia perfeito. Você precisa treinar o seu olhar e as técnicas para que realmente tire boas fotos. As cybershots são excelentes para alguns casos, mas ela não possibilita a troca de lentes, por exemplo. As powershots também são ótimas, mas você precisa de um adaptador para conseguir encaixar uma nova lente por cima da original. Por isso nós aconselhamos você a comprar uma DSLR semi profissional, e não precisa ser nada muito TOP. Nós usamos uma Canon T3i que funciona super bem, e atende aos nossos objetivos com o Conexão e o Marola com Carambola.

2 – AS OBJETIVAS

Qual lente para camera comprar?
São centenas de opções de lentes que você encontra hoje no mercado. Normalmente quando você compra umaDSLR ela já vem com a 18-55 mm que é uma das lentes mais comuns que existe, mas nem por isso ela é ruim ok?! Eu gosto bastante dela, e uso muito para fotografias de paisagem, por exemplo. Outra lente que é muito legal de você ter é a famosa 50 mm. Esta é uma lente macro que você encontra por um valor bem acessível, saiba mais sobre ela aqui. Com estas duas lentes, você já conseguirá fazer inúmeros tipos de fotografias. Claro que se você quiser mais objetivas será excelente, mas para começar, acredito que estas duas são mais que suficientes.

3 – O CARTÃO DE MEMORIA

Qual memory comprar?
Você pode até achar que não, mas os cartões de memória são super diferentes uns dos outros. Além do tamanho (Gigas), existem várias velocidades de cartão. A velocidade é o tempo que o cartão leva para gravar sua foto, para que você possa tirar a próxima foto. Esta velocidade é classificada por classe, por exemplo, classe 2, classe 4, classe 10, e quanto maior, melhor. Então, compre um cartão de tamanho bom, pelo menos 32GB e dê preferência para os de classe 6 ou 10. E se possível tenha mais de um cartão de memória. Um excelente e outro menor só para backup, vai que dá uma zica né?

4 – A BATERIA EXTRA

Devo ter bateria extra?
Nada mais chato que estar em uma saída fotográfica maravilhosa, num parque com as crianças num dia ensolarado ou em festas animadíssimas e acabar a bateria da câmera. Para que esta tristeza não aconteça nunca mais, invista um pouquinho a mais na sua compra para ter uma bateria extra. Para quem só faz fotografia, 2 baterias são suficientes, mas sempre leve o seu carregador, para deixar uma carregando enquanto usa a outra.

5 – O TRIPÉ

Porque ter um tripé?
Vou confessar que até pouco tempo atrás eu não sabia da importância de ter um tripé. Até que o Conexão nasceu e eu comecei a querer fazer algumas fotografias que não saíam boas de jeito nenhum pela falta dele. Fotos noturnas, por exemplo, são extremamente complicadas de fazer, e o tripé com certeza ajuda nessas horas. Além de muitos outros motivos que já falamos neste post aqui.

6 – A BAG

Mochila para equipamento
Nesta semana já falei um pouco sobre estas bags, elas ajudam você a carregar o seu equipamento de forma mais segura e confortável, possuem separações acolchoadas por dentro onde você pode encaixar cada item que deseja carregar. Existem bags só para câmeras, só para lentes, só para tripés, além de mochilas com vários compartimentos para você colocar a câmera, as lentes, os memorys, as baterias extras, o carregador de bateria, algumas tem até rodinhas, igual mala de viagem.
E agora? Já esta pronto para começar a fotografar?
Fonte: http://www.conexaofotografica.com.br/

As Marcas Brasileiras Mais Valiosas de 2014 e Marcas de Bairro


O ranking das marcas brasileiras mais valiosas de 2014 já saiu! Vamos ver como ficou a lista deste ano?


Já postamos sobre as marcas globais mais valiosas de 2014, segundo ranking da Interbrand, mas e como ficaram as coisas no Brasil?
O ano de 2014 não foi fácil. Foi um ano atípico, com Copa do Mundo sediada no país e uma das eleições presidenciais mais acirradas de nossa história.
Muitos tinham grandes expectativas para a Copa, mas só se deu bem mesmo quem investiu e se planejou. As marcas que esperavam lucrar por osmose morreram na praia.
Este exemplo vale para a Ambev, cujas marcas Brahma e Skol tiveram crescimentos destacáveis no ranking deste ano, a primeira sendo a marca que mais cresceu e a segunda, entrando pela primeira vez no TOP 3 das marcas brasileiras mais valiosas.
Outro caso interessante é da Hering, que mudou a identidade visual, repensou seu posicionamento e não ficou aguardando a entrada de fast-fashions internacionais como muitas de suas concorrentes.
O ranking deste ano também traz duas novas marcas: Magazine Luiza, que tinha ficado de fora do ranking de 2013, e Rede.
Maiores Marcas Brasileiras de 2014
No geral, o ranking deste ano apresenta um crescimento total de 7% em relação ao ano passado. Crescimento este que poderia ser ainda maior não fosse a queda de valor de marca de gigantes como Petrobras e Banco do Brasil. Pela primeira vez, a soma do valor das 25 marcas brasileiras mais valiosas ultrapassa 100 bilhões de reais.
Abaixo, um pouco da distribuição do valor do portfólio por setor:
Maiores Marcas Brasileiras de 2014 por Setor
É animador, e mostra que com planejamento e atitude é possível sim crescer em situações aparentemente adversas.
O que faz uma marca forte?
O que faz uma marca forte?
Vale frisar, entretanto, que nossas marcas ainda têm muito a desenvolver. Não temos nenhuma marca brasileira no ranking global, que já conta com players do México e da China. E em relação ao gigante asiático, percebemos que a marca mais valiosa do Brasil ainda está distante dos líderes do ranking chinês, que possuem valor de marca acima de 20 bilhões de dólares.
“Muitas marcas nacionais já perceberam que os consumidores estão cada vez mais no centro de suas ações.” – Interbrand
E então, vamos ver como ficou o ranking deste ano?
Ranking das marcas brasileiras mais valiosas de 2014
Para saber mais sobre o ranking das marcas brasileiras mais valiosas de 2014, acesse aqui.
Além do ranking anual, eles também liberaram um novo estudo muito interessante: Best Bairro Brands, ou seja, as melhores marcas de bairro. É bacana pois tira um pouco o olhar daquelas marcas gigantes de grandes corporações e passa a analisar um pouco as digníssimas marcas de cada comunidade, que também tem grande papel no dia a dia do consumidor. Além disso, grandes marcas têm muito o que aprender com marcas de bairro.
Best bairro brands
Infelizmente o estudo ficou apenas em São Paulo :(
Para saber mais sobre as melhores marcas de bairro, acesse aqui.
Fonte: http://chocoladesign.com/
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial