quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Os desafios do Marketing Digital para 2015


Artigo escrito por Juliana Sabino: Publicitária, blogueira e gerente de Marketing
O ano novo está batendo na porta e pronto para entrar. Assim, como planejamos o que pretendemos neste ano que se inicia, no marketing e no marketing digital é interessante saber quais são as tendências que poderão vir por aí, ao longo de 2015. Tomando como base o que obtivemos em 2014.
Eis aqui alguns palpites desta modesta ‘marketeira’ que vos fala:

1 – Mobilidade é a chave

Acredito que este é um ponto essencial. Cada dia que passa estamos nos desvinculando de nossos PCs e Notebooks e passando mais tempo a utilizar smartphones e tablets. Então, invista em layouts responsivos que se adaptam a qualquer tela. O futuro já começou e ele é multitelas!

2 – Redes Sociais mais fortes

A grande maioria utiliza as redes sociais para divulgar sua marca e conteúdo. Mas acredito que em 2015 elas deverão ser utilizadas mais estrategicamente, porque o maior retorno de tráfego vem dessa parte e, mais desafiador 2015 será para nos destacarmos diante da imensidão de postagens. Para ajudar, como o Facebook  – uma das principais redes de tráfego da maioria de sites e blogs – diminuiu ainda mais o alcance orgânico, logo, exigirá ainda mais criatividade para alcançar curtidas, alcance e engajamento.
Outro ponto a se destacar, é estudar bem a necessidade de uso de cada rede. Algumas podem ser muito úteis para o alcance de público-alvo, já outras, podem ser totalmente desnecessárias. Saber um caminho a traçar é primordial sempre.

3 – Conteúdo é tudo e a Interatividade domina

Não adianta ter site responsivo, redes sociais fortes, mobilidade, entre vários outros pontos se o seu conteúdo não agrada quem deseja alcançar. O agradar que eu digo, é fazer com que o seu público, a primeiro momento, se encante com sua chamada e seja capturado. E posteriormente que o entretenha, ensine e informe.
E depois de entreter ou informar, é importante criar interação, com que teve o cuidado e atenção de expor sua opinião.  Esses são pontos que nem deveriam ser citados, já deveriam estar mais que frisados para todos nós, mas que geralmente é esquecido. Porém, você pode comparar blogs de sucesso, são aqueles que contém, não apenas um grande número de curtida e compartilhamento, mas que geram conversas em torno do artigo postado.

4- E-mail Marketing cada vez mais parecido com uma simples conversa

De tempos para cá, eu tenho visto e percebido, que cada vez mais os grandes nomes do marketing digital trabalham muito mais um assunto ou puxam um papo com você, do que se importam em enviar aquele e-mail todo ‘quebrado’ repleto de imagens. Isso porque, mais uma vez, o que atrai o publico é o que você tem para ensinar, informar ou entreter.  As imagens ou vídeos vão ficar a disposição, mas em um link. E não os print’s das mesmas ‘jogados’ em um layout que você pode não permitir a exibição de imagem.
Outro ponto que conta demais, é a sua lista de e-mail. É importante trabalhar em suas páginas esse meio de captura, além de dar a opção de segmentar ainda mais o seu público. Isso aumentará, significativamente, a porcentagem de aberturas e cliques – e por final, conversão!

5 – SEO, Links Patrocinados, Facebook Ads…

Esses pontos finais são muito importantes. As técnicas de SEO deve ser estudado constantemente, pois vive sendo atualizados e, é como uma caixa de Pandora: a gente nunca sabe tudo que há dentro dele. Mas o que pode ser aprendido deve ser absorvido e colocado em prática, procure sempre se atualizar nesse ponto, afinal, ele quem vai te ajudar a ter um excelente alcance nas buscas orgânicas.
O foco central do SEO, por mais que envolva muito trabalho de nossa parte, é trazer conteúdo relevante. A partir daí, é que deve trabalhar para colocar as palavras-chaves, frases e perguntas ideais que as pessoas escreveriam em um site de buscas.
Sobre links patrocinados e Facebooks Ads, existe toda uma competição e comparação para o uso dos mesmos. O interessante é sempre saber como você deseja segmentar o seu público e saber separar uma porcentagem interessante para ganhar visibilidade nos dois, sempre que possível. Mas não dependa totalmente deles, o orgânico e o direto, em minha visão, ainda são os melhores para se ter uma conversão sólida.
Fonte: http://www.universodosnegocios.com/

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário