Start up! Artes Gráficas

Trabalhos feitos por profissionais com + de 10 anos de experiência em artes gráficas!

Principais sites de Notícia do Brasil

Rio Grande do Sul e Vale do Taquari (Lajeado e região)

Canva

O software online que veio para ficar!

Cores

Curiosidades sobre cores

Design Freelancer

Quais as etapas da venda de um projeto

Monitores

Qual o melhor monitor para designer gráfico?

E quando não existia Photoshop?

Veja como eram editadas as fotos

Designer x Arte finalista

Diferença entre Arte finalista e Designer

sexta-feira, 25 de julho de 2014

"Game of Thrones" anuncia novos atores para quinta temporada

Os produtores da série de TV "Game of Thrones" anunciaram, em um painel na San Diego Comic-Con nesta sexta-feira (25), os nomes da nova leva de atores que entrarão na série nesta quinta temporada. Entra em cena a família de Oberyn Martell (Pedro Pascal), interpretada por Alexander Siddigg (Doran Martell, o Príncipe de Dorne) e Tobias Sebastião (Trystane, filho mais novo de Doran).
Também estreiam na nova fase do seriado da HBO Jonathan Pryce, como o novo Alto Septão, líder da igreja em Porto Real, e Nell Tiger Free, como Myrcella, filha de Cercei Lannister e DeObia Oparai, no papel de Areo Hotah, capitão da guarda do príncipe Doran.
Anunciar novos atores a cada novo ano da série tem sido praxe, já que a cada temporada diversos personagens-chave são eliminados em guerras, assassinatos ou intrigas palacianas. George R.R. Martin, autor da série de livros que inspira a série, brincou com a fama de matador de suas criaturas. "Minha reputação como assassino está supervalorizada. Os produtores [na série de TV] já mataram mais gente na série do que eu [matei] nos livros".
Painel mais esperado do dia e motivo para fãs passarem a noite ao relento do lado de fora do centro de convençoes onde acontece a Comic-Con, o painel da série "Game of Thrones" foi recebido com muito entusiasmo no Hall H na tarde desta quinta.
Além do autor George R. R. Martin, os atores Gwendoline Christie (Brienne of Tarth), John Bradley (Samwell Tarley), Nikolaj Coster-Waldau (Jaime Lannister), Natalie Dormer (Margaery Baratheon), Kit Harington (Jon Snow), Rose Leslie (Ygritte), Rory McCann ("The Hound"), Pedro Pascal (Oberyn Martell), Sophie Turner (Sansa Stark), e Maisie Williams (Arya Stark) subiram ao palco aplaudidos por um público sedento por saber os próximos caminhos da série depois de um final de temporada dramático.
O anúncio do novo elenco foi feito pelos produtores David Benioff e D. B. Weiss, que aproveitaram a ocasião para comentar problemas que tiveram com locações que não foram liberadas para a série por motivos religiosos. "Se lessem a Bíblia direito veriam que há até mais incesto do que na série", rebateu Benioff.
"Perdemos uma locação este ano porque um homem não queria sua propriedade envolvida com Porn of Thrones", contou Weiss. Maior produção da história do canal pago HBO, a quinta temporada de "Game of Thrones" tem cenas gravadas na Espanha, Croácia e Irlanda.
A violência da série também foi comentada por Natalie Dormer. "Quando assisto a filmes e séries, estou interessada na autenticidade da violência, e Game of Thrones tem isso. A luta de Brienne e do Cão de Guarda foi uma demonstração incrível disso", diz, referindo-se a uma das últimas batalhas da temporada passada.
Rose Leslie e Kit Harrington falaram sobre uma das cenas mais emocionantes da quarta temporada, o reencontro de Jon Snow e Ygritte, em meio à batalha de Castle Black. "Acho que foi um momento importante para nós, ele estava muito feliz de revê-la, não se importaria que aquela flecha o acertasse, porque tinha visto ela mais uma vez", disse Harrington.
"Ela estava numa missão dura, e acho que não antecipou o quanto o amava, e quanto a afetaria reencontra-lo. não quisemos falar muito sobre isso no dia da filmagem para não tirar o ineditismo do momento", completou Leslie.
John Bradley e Leslie comentaram as dificuldades de filmar na Islândia as cenas que se passam na região da Muralha. "Era lindo, mas filmamos em temperaturas de 40 graus negativos!", conta Leslie. "No fim do dia, sua interpretação ficava comprometida, porque seu rosto estava literalmente congelado", completou Bradley.
Fonte: uol.com.br

Clip Criativo Mostra o poder do Photoshop






O uso do Photoshop para melhorar digitalmente a aparência de modelos de revistas e celebridades tem sido um padrão na grande mídia. O clipe “Nouveau Parfum", mostra exatamente isso, só que em tempo real. A cantora húngara Boogie é totalmente transformada enquanto canta, mostrando seu rosto livre de qualquer maquiagem para uma versão glamorosa de si mesma.

Dirigido por Nándor Lőrincz e Bálint Nagy, o vídeo musical tenta passar a mensagem dos padrões de beleza irreais na grande mídia mundial.

Fonte: http://www.indicativoweb.com/

10 verdades que aprendemos com o ursinho Pooh

  1. Leitão: - Como se soletra "AMOR"? Pooh: - Você não soletra o amor... O amor você sente

    2.  Os rios sabem disso. Não há pressa. Vamos chegar lá um dia.


     3. As coisas que me fazem diferente são as coisas que me fazem

     4. Se você viver até os cem anos, eu quero viver até os cem anos menos um dia para que eu nunca tenha que viver sem você.


     5. Eu acho que nós sonhamos para que não tenhamos que ser separados por muito tempo. Se estamos nos sonhos um do outro, podemos estar juntos o tempo todo.



     6. Um pouco de consideração, pensar um pouco nos outros, faz toda a diferença.


     7. As vezes as menores coisas são as que tomam maior espaço em seu coração. 


     8. Se alguma vez chegar um dia em que não poderemos estar juntos me mantém em seu coração. Eu vou ficar lá para sempre.

      9. Um dia passado com você é o meu dia favorito. Então, hoje é o meu novo favorito dia.


10. Quão sortudo sou eu para ter algo que faz com que dizer adeus seja algo tão difícil.


Fonte: http://www.indicativoweb.com/

Uma cidade inteira construída para salvar outra



A Nigéria, que vem sofrendo grandes mudanças na economia sofre também com as mudanças climáticas. O país que enfrenta muitos problemas com o aumento do nível do mar, ressacas e inundações devastadoras, tem agora sua segunda maior cidade - Lagos, ameaçada por esses problemas ambientais.


A solução? Construir uma cidade inteiramente nova, do tamanho de Manhattan, entre Lagos e o oceano. Segundo o artigo do Gizmodo Brasil - que você pode vê-lo na íntegra aqui - A Eko Atlantic é um projeto multibilionário que promete proteger contra a erosão marinha, “transformando terrenos perdidos para o mar em uma cidade costeira que será uma das maravilhas do século XXI”.

Ela também quer ser o catalisador econômico que elevará Lagos à categoria de uma megacidade global, tornando-se o “novo epicentro financeiro da África Ocidental até o ano 2020″.

O site oficial da Eko Atlantic promete uma comunidade onde se pode caminhar, com torres de escritórios, parques e restaurantes ao ar livre. Há uma marina que lembra Miami Vice. A “espetacular avenida central… semelhante em tamanho à Champs-Élysées em Paris, ou à Quinta Avenida em Nova York” vai cruzá-la no centro. Haverá habitação para 250 mil moradores, e emprego para mais de 150 mil.


O artigo fala ainda dá desigualdade do lugar e o investimento gigantesco para poucas, usando um termo como "apartheid climático", investidores estão usando a ameaça da mudança climática para construir basicamente um cidade fechada e financeiramente inacessível, um mundo onde os ricos e poderosos exploram a crise ecológica global para ampliar e consolidar as desigualdades já extremas e se isolar de seus impactos. Não deixe de conferir a matéria completa do Gizmodo.





Fonte: http://www.indicativoweb.com/

Afinal, o que faz o Blender 3D?



O Blender é uma ferramenta que permite a criação de vastos conteúdos de 3D. Oferece funcionalidades completas para modelagem, renderização, animação, pós-produção, criação e visualização de conteúdo 3D interativo, com os benefícios singulares de portabilidade numa aplicação com cerca de 5MB!
Dirigido a profissionais e artistas desta área, o Blender pode ser utilizado para criar visualizações de espaços tridimensionais, imagens estáticas, bem como vídeos de alta qualidade, incorpora ainda um motor 3D em tempo real, que permite também a criação de conteúdo 3D interativo, para reprodução stand-alone.
Originalmente desenvolvido pela empresa ‘Not a Number’ (NaN), o Blender é agora desenvolvido como ‘Software Livre’, e o seu código fonte está disponível sobre a licença GNU GPL.

 Baixe o Blender

Blender, como dito acima, é um software totalmente grátis. Além disso, ele é multi-plataforma, ou seja, compatível com diversos sistemas operacionais.
Você encontra a ultima versão estável do Blender disponível para download na página Get Blender no site oficial.

 História do Blender

Quer conhecer a história do Blender? Como tudo começou, quando se tornou grátis e Open Source? Se você é um entusiasta deste programa, vale a pena ler:
Em 1988 Ton Roosendaal co-fundou o estúdio de animação holandês NeoGeo. NeoGeo rapidamente se tornou o maior estúdio de animação nos Países Baixos e um dos reputados a nível Europeu. No NeoGeo foram criadas produções premiadas (European Corporate Video Awards 1993 and 1995) para grandes clientes empresariais tais como a multinacional no ramo da eletrônica Philips. Na NeoGeo Ton foi responsável quer pela direção artística quer por desenvolvimento de software. Após cuidadas deliberações, Ton decidiu que o conjunto de ferramentas 3D utilizadas na NeoGeo era demasiado velho e incomodo de manter ou actualizar e necessitava ser reescrito do zero. Em 1995 deu-se início a esta tarefa que estava destinada a tornar-se naquilo que hoje conhecemos porBlender. Enquanto a NeoGeo continuava a refinar e melhorar o Blender, tornou-se claro para Ton que poderia ser utilizado como uma ferramente para outros artistas fora da NeoGeo.
Interface Blender 1.60
Em 1998, Ton decidiu fundar uma nova empresa chamada Not a Number (NaN) como um spin-off da NeoGeo, para desenvolver e comercializar o Blender. No núcleo duro da NaN existia o desejo de criar e distribuir uma aplicação de criação de conteúdos 3D compacta e multi-plataforma, de graça. Na altura este era um conceito revolucionário, já que as aplicações de modelação existentes chegavam a custar vários milhares de dólares americanos (US). A NaN esperava levar as ferramentas de qualidade semelhante ás usadas a nível profissional ao alcance do público geral. O modelo de negócios da NaN envolvia providenciar produtos e serviços comerciais em torno do Blender. Em 1999 NaN participou pela primeira vez na conferencia Siggraph, como um esforço de promover mais abertamente o Blender. Esta participação foi um enorme sucesso e atraiu a atenção quer da imprensa quer dos participantes presentes. O Blender foi um sucesso e o seu enorme potencial foi reconhecido!
Blender Conference (2005)
Vivendo o sucesso na conferencia Siggraph no início de 2000, a NaN conseguiu um financiamento de €4.5m. Esta grande entrada de dinheiro possibilitou a NaN a rapidamente expandir as suas operações. Em pouco tempo a NaN passou a empregar 50 colaboradores que trabalhavam por todo o mundo desenvolvendo e promovendo o Blender. No verão do ano 2000, foi lançado o Blender v2.0. Esta nova versão do Blender acrescentava um motor de jogo ao pacote de ferramentas 3D. No fim do ano 2000, o número de utilizadores registados no website da NaN ultrapassava os 250,000.
Ton Roosendaal (2008)
Infelizmente, as ambições e oportunidades da NaN não acompanharam as capacidades da companhia e a realidade do mercado da altura. Este sobredimensionamento da empresa conduziu a uma reestruturação, criando uma companhia (NaN) mais pequena, e com novos fundos provenientes de novos investidores. Seis meses mais tarde, foi lançado o primeiro produto comercial da NaN, Blender Publisherel. Este produto era dirigido ao mercado emergente de conteúdo 3D interativo para a internet. Devido ás vendas decepcionantes e ao contínuo clima de dificuldades econômicas, os novos investidores decidiram dar por terminadas as atividades da NaN. Isto também incluía cessar todo o desenvolvimento do Blender. Se por um lado existiam defeitos na actual versão do Blender, com uma arquitetura interna de software complexa, requisitos inacabados, e uma interface muito pouco comum, o apoio entusiástico da comunidade de utilizadores e de clientes que tinham adquirido o Blender Publisher no passado levaram a que Ton não pudesse deixar que o Blender desaparecesse e caísse em esquecimento. Uma vez que não era possível recomeçar a empresa com uma equipa de programadores suficientes, em Março de 2002, Ton Rosendaal fundou uma organização sem fins lucrativos, a Blender Foundation.
Blender Institute (durante o projeto Peach)
O principal objectivo da Blender Foundation era encontrar uma maneira de continuar a desenvolver e promover o Blender como um projecto Open Source. Em Julho de 2002, Ton conseguiu um acordo entre os investidores da NaN e a Blender Foundation para libertar o código do Blender como open source. A campanha “Free Blender” teria que reunir €100,000 para que a Fundação pudesse comprar os direitos sobre o código fonte e propriedade intelectual aos investidores da NaN e consequentemente libertar o Blender para a comunidade open source. Com um grupo de voluntários entusiástico, entre os quais diversos ex-empregados da NaN, foi lançada uma campanha de angariação de fundos para o efeito. Para a surpresa e deleite de todos, a campanha atingiu o seu objectivo de 100,000€ em apenas sete curtas semanas. No Domingo, dia 13 de Outubro de 2002, o Blender foi libertado para o mundo sobre a licença GNU General Public License (GPL). O desenvolvimento do Blender continua até aos dias de hoje conduzida por uma equipe de dedicados voluntários, de todo o mundo, liderados pelo seu criador original, Ton Roosendaal.
Você pode ver esta história em inglês nesta página do Blender.org. Na mesma página você também encontra algumas fotos do Ton Roosendaal (como as acima) .

Fonte: http://blendertotal.wordpress.com/

Anuncios criativos

A maioria dos anúncios em geral, são irritantes, mas dada a quantidade de profissionais que trabalham nas indústrias de marketing e publicidade, eles são obrigados a se renovarem e desenvolver algo fresco e criativo. Pesquisei alguns dos anúncios impressos mais criativos que nós poderíamos encontrar.

Alguns dispõem de piadas irônicas que nos fazem rir, outros têm trocadilhos inteligentes que nos fazem pensar, e alguns até mesmo nos fazem reagir emocionalmente. Especialmente, os anúncios da ONG Crisis Relief  se destacam muito neste último ponto. É legal ver isso das empresas, apelar para o nosso intelecto ou senso de humor ao invés de simplesmente tentar obter a nossa atenção com um simples decote ou cores berrantes.

Ecovia: Pare a violência



Weight Watchers - Vigilantes do Peso



Chupa Chups: É Sem Açúcar




Telescópios Orion




Manix Lubrificantes




King Khalib Foundation - Algumas coisas não podem ser cobertas




Volkswagen: Precisão nos Estacionamentos




Playboy Brasil: 31 º Aniversário




MA: Descubra a história completa




Hut Weber: É o chapéu




Faceabook




Pepsi: Nós desejamos-lhe um Dia das Bruxas assustador!




Oogmerk: Obtenha o respeito que você merece













Nivea Men: Porque a vida faz rugas










McDonald: Wi-Fi Livre




Kielo Travel: Sonhando com um feriado?




Lentes Omax 







Fedex: China-Australia




Planta para o planeta



Fonte: http://www.indicativoweb.com/
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial