Start up! Artes Gráficas

Trabalhos feitos por profissionais com + de 10 anos de experiência em artes gráficas!

Principais sites de Notícia do Brasil

Rio Grande do Sul e Vale do Taquari (Lajeado e região)

Canva

O software online que veio para ficar!

Cores

Curiosidades sobre cores

Design Freelancer

Quais as etapas da venda de um projeto

Monitores

Qual o melhor monitor para designer gráfico?

E quando não existia Photoshop?

Veja como eram editadas as fotos

Designer x Arte finalista

Diferença entre Arte finalista e Designer

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Quais são as 3 principais estratégias de marketing para vender


O marketing como todos conhecem é uma área ao qual destina-se várias técnicas que podem se mostrar extremamente essências para a sobrevivência de um produto no Mercado, e é por isso que devemos prestar muita atenção aos três pontos essenciais para uma boa estrategia de marketing que são : Preço, Qualidade e Divulgação.

Um bom exemplo de produtos que fazem marketing por si só, são os produtos considerados baratos, afinal você sempre vai querer, ou pelo menos irá dar prioridade a economia, salvo algumas exceções a parte, é claro que o produto não precisa ser uma barganha de tão barato, porém precisa estar no mínimo na faixa de preço ou de preferência um preço inferior aos dos concorrentes, por isso é tão importante atentar a qual o valor você estará cobrando pelo produto, se este realmente é o valor real do produto e o quanto você poderia melhora-lo, esta é uma tática muito usada para a venda de produtos novos no mercado, abaixar os preços até que esses produtos fiquem conhecidos pelas população e só depois estipular o real valor do produto, numa espécie de promoção.


Chegamos ao segundo ponto que é qualidade, você certamente já deve ter visto que certas pessoas têm preferências por certas marcas e se tornam fiéis as marcas escolhidas, muitas vezes levando-a para vida toda, tudo isso se deve a qualidade que este produto representa para cada pessoa, portanto é muito importante aliar preço baixo e uma boa qualidade ao seu produto, é importante que ele já possua estas duas características essenciais para poder entrar na briga com seus concorrentes diretos!

O terceiro ponto é a Divulgação, se você já têm um produto e que segue as características acima está na hora de conseguir o mais importante que é fazer achar as pessoas que estejam dispostas a adquirir seu produto, e para isso você pode usar os mais diferentes meios, como criar um site para o produto, criar campanhas publicitárias para ele, o importante é inseri-lo no mercado e faze-lo conhecido de um grande número de pessoas, após isso o ideal é conseguir a fidelização do cliente, que por consequência tratará de fazer uma maior divulgação para as pessoas mais próximas.
Fonte: http://www.mestredomarketing.com/

7 dicas para criar uma campanha publicitária de sucesso


Aprenda com este artigo a como criar boas campanhas publicitárias, afinal, uma das bases de todo negocio está no sucesso que suas campanhas fazem perante o público.
Uma campanha publicitária é uma mensagem ao qual se passam uma ideia ou tema, e o objetivo maior é captar o maior número de visualizações, para isso são utilizadas técnicas de marketing nos mais diferentes meios de comunicação. Ter sucesso nas campanhas publicitárias pode definir de forma crucial o sucesso de um empreendimento ou seu fracasso, é claro que têm variantes e não é possível prever quão sucesso uma determinada campanha publicitária vai fazer, escolher bem o tema da campanha é muito importante, pois será através dela que você conseguirá atrair seus futuros compradores. As coisas mais importantes que devem ser percebidas ao planejar uma campanha publicitária são:

1: Que a mensagem promocional chegue ao seu público-alvo.
2: Que a mensagem seja entendida pelo público.
3: Que a mensagem estimule os receptores a fim de tomarem ação.


Veja abaixo as Sete dicas para que você possa planejar uma boa campanha publicitária
1º Avalie as oportunidades de comunicação de marketing
Uma coisa importante que não pode passar desapercebida é quanto as necessidades do seu mercado alvo, quem são?, qual o perfil destas pessoas? são formadoras de opinião ou uma camada exclusiva da população, tudo isso deve ser pesquisado antes de se lançar em uma campanha publicitária, também é muito importante deixar as informações de contato atualizadas e sempre disponíveis para caso alguém venha pedir informações e suporte, O essencial é ter números de telefones e endereços de Email devidamente atualizados, recomendo a leitura do artigo O que é o marketing de relacionamento? mantenha-se próximo do cliente para vender e promover sua empresa.
2º Como se mostrar no Mercado
Nesta etapa você terá que definir os mercados,produtos e ambientes. Com isto você conseguirá definir quais serão os meios de comunicação que serão melhores para você montar sua campanha, que pode ser pessoal, comunicação de vendas, além de outras opções não pessoais como Emails, revistas e/ou jornais, assim como outras formas, o interessante é analisar quais se adequam melhor para seu modelo de negocio e ter um cronograma rígido, pois você é muito interessante ter uma calendário para lançamentos de produtos e eventos e sempre mantenha os prazos.
3º Determine objetivos
Não adianta querer começar uma campanha publicitária sem objetivos pré-estabelecidos,diferentemente de uma campanha de Marketing você deve colocar seus objetivos expressos na sua campanha, afim de que as pessoas ao visualizarem saibam do que se trata, e que ação ela deve fazer.

O que você está promovendo?
Deixe isso claro, parece óbvio, mas se esta a promover um produto coloque informações detalhadas sobre o produto, se é um evento, não esqueça de colocar data, hora, quem, o que, onde e quando?
4º Determine o Seu ‘Promotion Mix’
Este é um conjunto de Ferramentas que você pode usar para promover mais ferozmente a sua campanha, você não deve economizar nesta parte, pois a divulgação é que determinará o sucesso de sua campanha, então explore os meios principais de divulgação.
5º Desenvolver sua mensagem promocional
Aqui deve sentar-se com a sua equipe e concentrar-se no conteúdo, recurso, estrutura, formato e fonte da mensagem. Lembre-se que em campanhas de promoção o recurso e execução trabalham sempre em conjunto. É importante salientar que sua campanha deve ser atrativa.
6º Desenvolver o orçamento de promoção
Umas das partes mais importantes é ter consciência de quanto se quer gastar com a campanha, deve-se  determinar o orçamento total da campanha, assim você pode gerir melhor e analisar o que está a dar certo, e o que não está indo bem, assim você poderá investir mais no que está a dar certo
7º Determinar a eficácia da campanha
É muito importante fazer uma analise de toda a campanha, ver os pontos fortes, Depois das comunicações de marketing serem atribuídas, o plano promocional deve ser definido, formalmente por escrito. Este documento deve incluir a análise da situação, prazos para a integração efetiva dos elementos promocionais com elementos do marketing MIX. Também deve determinar como vai medir a eficácia, uma vez implementada. Como ‘mediu’ o desempenho em comparação com os objetivos planejados? Precisa recolher esta informação, perguntando ao seu ‘mercado-alvo’ se reconhecem ou se lembram de mensagens publicitárias específicas, o que se lembram sobre a mensagem, o que sentem em relação á mensagem, e se suas atitudes para com a empresa foi afetada pela mensagem. também é importante ter diário com todos os relatórios de suas campanhas e com os casos de fracasso e de sucesso, afim de evoluir nas próximas.

Fonte: http://www.mestredomarketing.com/

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Por que o Marketing é importante?

O Marketing está presente em tudo, em cada coisa que fazemos, em cada coisa que compramos, nada é feito por acaso, tudo tem um motivo claro, e isto está relacionado a todas as áreas do Marketing, diferente do que muitas pessoas pensam o Marketing não se resume apenas em propaganda e comerciais de TV, ele envolve muitas áreas, o Marketing é importante não só para as organizações mas também para as pessoas. Um bom marketing é necessário para o sucesso de qualquer organização, isso é fato e não o que discutir.
É bom pensar que o bom Marketing não é algo feito sem intenção, ele não é acidental, sempre é feito com um proposito e claro um objetivo a ser alcançado, tendo isso como base as técnicas e estratégias estão a cada dia sendo repensadas, analisadas e reformuladas a fim de que o sucesso seja cada vez maior. O Marketing é considerado uma ciência, mas também uma arte, existe uma grande diferença entre seu lado formal e seu lado criativo, ambos devem ser usados, embora a criatividade não seja simples, o lado formal também requer um estudo.
demanda por produtos e serviços é o que move as empresas, embora as outras áreas (Finanças, Operações, Contabilidade etc.) também sejam de extrema importância para a organização, o fato é que o sucesso se deve ao marketing que está organização faz, esse marketing é o que leva o consumidor a vontade de comprar e que faz com a empresa obtenha lucro suficiente para se manter no mercado.

Hoje as empresas já perceberam que não se podem ‘dar ao luxo’ de se acomodar na posição em que estão, mesmo grandes empresas que já estiveram no topo por algum tempo, sofreram por uma falta de inovação ao se depararem com outras concorrentes que ofereciam algo a um público cada vez mais exigente, e essa é uma coisa a se pensar em todas as organizações, o público está cada vez mais seletivo, ou seja, cada vez mais exigente e inteligente, não adianta só oferecer o básico, isso pode ter acontecido também pela grande facilidade de informações e por um mercado cada vez mais competitivo.
O Marketing é importante por que envolve muitas partes neste processo de conquistar e manter o cliente fiel, e os profissionais de marketing têm também uma difícil missão, decidir sobre rumos importantes para a organização, algumas coisas que o profissional de marketing deve pensar e decidir é a respeito de:
Como tornar o produto atraente ao consumidor, como inovar neste produto e quais características acrescentar?
A que preço este produto será vendido?
Onde e como será a forma de distribuição do produto?
Quanto gastar com propaganda e vendas e de que formas?
Estas e muitas outras questões devem ser decididas e não são nada fáceis, já que algo mal calculado pode colocar a perder toda a organização, por isso um bom profissional de marketing é valorizado no mercado, e não é para menos já que uma grande responsabilidade sobre suas decisões e a busca de resultados fica em suas costas!
Podemos então concluir que o Marketing é importante porque ele é vital para que um organização cresça e se mantenha no mercado, com ele podemos entender de que forma funciona o mercado, quais as tendências, descobrir oportunidades de negócios, entender qual a demanda e necessidades de clientes, traçar estratégias eficazes, e também ajuda no estreitamento de relacionamentos, não só com os clientes, que também é muito importante mas também com fornecedores e a sociedade em geral. O Marketing se faz presente tanto no ambiente interno quanto no externo, e não deve haver restrições quanto ao seu uso, é certo que desde pequenas até as mais bem-sucedidas organizações precisam do marketing para sua contínua existência.
O Marketing permite que a empresa tenha uma direção a seguir tornando-a mais competitiva, ágil e versátil de acordo com o mercado.




A que se aplica o Marketing – Aplicando o Marketing

O Marketing se aplica há muitas seções, dentre elas envolvem-se no marketing de bens, serviços, eventos, experiências, pessoas, lugares, propriedades, organizações, informações e idéias.
BENS – Sem dúvidas ao que mais que se aplica o marketing, é a respeito dos bens tangíveis ou produtos, todos os anos são fabricados e distribuídos diversos bens, que são desde alimentos até fogões, geladeiras etc. Todos estes bens sustentam a economia moderna, com o fácil acesso a internet hoje não só empresas colocam produtos a disposição do consumidor, mas também pessoas físicas podem disponibilizar diversos produtos.
SERVIÇOS – Com o crescimento da economia, também crescem as variedades de serviços a serem comercializados. Os serviços prestados são os mais diversos, e dentre eles estão incluídos empresas aéreas, hoteís, locadoras de automóveis, cabeleireiros, engenheiros, médicos dentre outros. Muitas das vezes um serviço está atrelado a outro.
EVENTOS – Muitas organizações planejam diversos eventos para os mais variados fins, seja eventos corporativos, grandes feiras setoriais, comemoração de aniversários, espetáculos artisticos. E com isso há uma grande variedade de profissionais para planejar e elaborar os detalhes de um evento. Há ainda grandes eventos realizados frequentemente e grande escala como a copa do mundo e os Jogos Olímpicos que têm um promoção agressiva e envolvem tanto empresas como o público-alvo.
EXPERIÊNCIAS – Juntando diversos serviços e mercadorias é possível criar, apresentar e comercializar experiências. Um exemplo de sucesso é o Magic Kingdom da Walt Disney World representa bem o marketing de experiência: Todos os anos milhares de pessoas visitam o ‘reino encantado’ da Disney, onde há todo um ambiente feito de mágia utilizando os contos de fadas que são conhecidos pela maioria das crianças e mesmo após crescerem o desejo de visitar o local permanece. Este é apenas um exemplo, mas ainda existem diversos tipos de experiências que podem ser adquiridas digamos assim.
PESSOAS – Algo que é bem importante é o marketing de pessoas, mais precisamente o de celebridades, seja lá de qual área, músicos, artistas, atores. O fato é que qualquer pessoa que tenha algum tipo de exposição na mídia possui um agente, um acessor de imprensa que cuida de diversos aspectos. Hoje é muito comum que celebridades recorram a agências de publicidade para celebridades, com objetivo de se tornarem marcas.
LUGARES – Aqui se encaixam estados, cidades, países etc. Em todo local há uma busca constante na procura de atrair mais turistas, fábricas, empresas e novos moradores. O objetivo é fortalecer a imagem do local a fim de obter melhorias relacionadas a economia.
PROPRIEDADES – Se enquadra também na área de marketing as propriedades que são bens intangíveis de posse, tanto os imoveis como bens financeiros, ambos podem ser comprados e vendidos o que também leva a um esforço de marketing. Podemos citas os casos das imobiliárias que trabalham para os donos de imóveis para comprar e vender, já bancos e instituições financeiras estão envolvidas com o marketing de produtos e serviços financeiros, para pessoas tanto físicas como jurídicas.
ORGANIZAÇÕES – Nesta categoria se encaixam escolas, museus, supermercados, universidades, todas essas organizações trabalham para gerar uma imagem positiva e sólida na mente do público, e para conseguir este resultado investem pesado em propaganda de identidade corporativa.
INFORMAÇÕES – A informação também pode ser considerada um ‘produto’, ela pode ser produzida e comercializada sem nenhum problema. Neste caso podemos citar também as escolas e faculdades que produzem e distribuem informações mediante um preço, aos pais, ao alunos e às comunidade. Outras coisas que podemos citar são também, revistas, enciclopédias, livros.
IDÉIAS – Toda oferta de Marketing traz em sua essência uma ideia básica. Produtos e serviços são na verdade plataformas para entrega de algum conceito ou beneficio.

O Marketing é uma área muito grande que engloba diferentes tipos de Marketing que se adequam para cada tipo de situação, e por isso é uma tarefa muito difícil defini-lo, e em cada uma delas é possível se aprofundar e aprender novas técnicas eficazes. se for o caso veja também o artigo para saber a Definição de marketing.

Os tipos de marketing mais comuns são:

Marketing Direto – É umas das formas mais usadas que usa de mídia de propaganda para atingir uma grande massa e assim trazer resultados diretos e rápidos para a empresa ou organização, sendo assim preciso fazer uma analise de mercado e acompanhamento dos investimentos e do retorno, O Marketing direto é um dos que mais cresceu nos últimos tempos com a nova economia, e se utiliza dos meios de comunicação para atender as necessidades de uma camada especifica da população, que visa oferecer serviços e produtos de uma forma a fidelizar o cliente oferecendo produtos e serviços de qualidade ao que o consumidores necessitam,assim fazendo com que empresa consiga atrair novos clientes através do marketing direto e maximizando os lucros, os principais objetivos do Marketing Direto são: Pesquisa mercado, Identificação de clientes potenciais , Conquista novos clientes, Fidelização de clientes, Divulgação da marca  e dos seus produtos ao público alvo definido, Rentabilização da Força de Vendas, Obtenção de resultados mensuráveis, Maximização do lucro.
Marketing Indireto – Outra forma de marketing muito utilizada que é inserir o Logotipo ou produto em um filme, novela ou programa de televisão, revistas, games etc. de forma sútil assim o telespectador não pode rejeitar o anúncio e fica sempre ligado a imagem da marca ao que o telespectador está assistindo, um bom exemplo é marca de refrigerante Coca-cola que se utiliza muito deste tipo de marketing em filmes.
Marketing Social – Você já deve ter visto muito este tipo de marketing que é quando a empresa ou organização apoia projetos sociais, mesmo que elas digam que é por acreditar em mundo melhor, com menos desigualdades ou algo do tipo o fato é que a marca da empresa fica associada ao projeto cujo objetivo é criar uma imagem positiva da corporação e assim consegue outro tipo de publicidade que funciona muito bem, você pode observar este tipo de publicidade geralmente com grandes bancos.
Marketing de resposta – Visa procurar deficiências e problemas e satisfazer as necessidades de clientes, também conhecido como Marketing Ativo.
Marketing de previsão – Visa antecipar fatos e fazer pesquisas de mercado e analisar os possíveis rumos do consumo, porém não muito utilizado pois pode-se fazer uma previsão errada e com isso terá um grande prejuízo decorrente de outros fatos.
Marketing de Criação de Necessidades – Este tipo de Marketing é mais complicado, pois visa a criação de um produto jamais solicitado, e muito vezes inimaginável, este parte de outro pensamento de que não é a empresa em si que segue o mercado e sim a empresa que dita o rumo do mercado, também chamado de marketing pró-ativo, este também é o tipo de Marketing mais agressivo pois trabalha com a abordagem da inovação radical em sua estratégia, ou seja é criação de um produto novo que supra as reais necessidades dos clientes.

Fonte: http://www.mestredomarketing.com/

Implementação de Técnicas de marketing para Empresas

Toda empresa hoje para se ter sucesso e se destacar no Mercado precisa ter um plano de marketing integrado para obter os Melhores resultados, um plano de marketing inclui desde uma pesquisa intensa de mercado, e de seus consumidores, como perfil do consumidor, faixa etária, interesses. além de um estudo detalhado da concorrência, tendências e mudanças do mercado, além de aspectos internos  e externos da empresa em questão. Assim você poderá melhor implementar suas técnicas de Marketing

Ter todos esses dados para analises é essencial para toda empresa, ainda mais quando ela abrange um número significativo de consumidores, então esta implementação de técnicas de marketing se torna importantíssima, com estes dados em mãos será possível fazer estudos para melhorar o desempenho da empresa, e corrigir erros em diferentes aspectos, com estes dados agora é possível entrar em uma nova etapa! depois de feitos todos os estudos e pesquisas de mercado chegamos a etapa de divulgação.

Para obter bons resultados em todos os aspectos de divulgação seja no marketing digital  como em outros tipos de marketing precisamos traçar objetivos e metas, além de se fazer um orçamento para investir em diferentes tipos de publicidade, cabe a empresa fazer este estudo para saber quais mídias podem ser utilizadas para a divulgação e como será esta divulgação, é preciso ter em mãos os estudos, pesquisas e estatísticas para que as implementações de marketing obtenham bons resultados

Fazer um pesquisa com consumidores antes de lançar seu plano de divulgação, pode ser muito proveitoso e poupar futuros problemas durante a campanha, a partir de um briefing, as informações passadas pelo cliente são colhidas para análise. Além disso, podem ser identificados: o problema de marketing, o público alvo, o mercado, os concorrentes, e as áreas geográficas. Estes aspectos são importantes para qualquer negocio.


Fonte: http://www.mestredomarketing.com/

quarta-feira, 28 de maio de 2014

8 técnicas eficientes para deixar empresa mais conhecida!

Para quem tem um negocio próprio ou simplesmente deseja iniciar esse projeto algumas dicas a respeito de como montar uma boa estratégia para que a empresa se torne referência em seu ramo de atividade e assim consiga conquistar cada vez mais clientes, posteriormente aumentando sua capacidade produtiva e assim conseguir uma boa fatia do mercado, isso com certeza é o sonho de todo comerciante, neste artigo você irá ver algumas técnicas eficientes para deixar sua empresa mais conhecida entre os consumidores e assim dar a início ao um rumo mais promissor para seu negocio.
Algumas técnicas são especificas para algumas áreas, já outras podem ser adequadas a diversos tipos de negócios, iremos começar pelas técnicas gerais;
1. Qual seu modelo de negócio? O que os clientes buscam nos seus produtos ou serviços oferecidos?
Uma das primeiras coisas a se pensar antes de conquistar seus clientes é estudar tudo a respeito do seu tipo de negocio, estar a par de todos os assuntos que envolvem seu ramo de atuação, o que afeta diretamente suas atividades, se lançar em um projeto comercial sem ter o estudo necessário não só das despesas, mas de todo o risco que envolve abrir um negocio próprio pode ser o começo da falência, diversas empresas não passam do terceiro do ano devido a inexperiência e erros comuns que são cometidos pelos donos, por isso é importante conhecer a respeito de todas as etapas, desde a criação e desenvolvimento de produtos até a comercialização do mesmo, só assim você poderá analisar todas as etapas e decidir o que será melhor para sua empresa, outro ponto para ter sucesso com os clientes é saber exatamente o que eles procuram, qual a necessidade do cliente? O que ele espera, o que o mercado já oferece? e o que seus produto/serviço tem como diferencial? Se sobressair em um mercado saturado e com tanta concorrência não é uma tarefa fácil.

2. O ponto de vendas.
Neste quesito levamos em consideração que para uma loja ter uma boa base de clientes ela naturalmente deve estar posicionada em local estratégico, sendo que diversos fatores devem ser observados para a escolha do melhor ponto de venda, a localização é um dos principais pontos bases que fazem o consumidor optar ou não pela compra de um determinado produto, para depois atentar para outros pontos que fará sua empresa ter maior reconhecimento.
torna empresa bem sucedida dicas
4. Fidelizar o Cliente.
Um dos pontos chaves na hora de fazer sua empresa conhecida por todos e se tornar uma referência no meio de atuação é não só conquistar diariamente novos clientes, mas manter os clientes já conquistados fiéis a sua marca, imagine todas as grandes empresa que têm reconhecimento mundial, graças a capacidade de conquistar milhões de fãs ao redor do mundo e que se mantém fiéis ao produto/serviço mesmo com diversos produtos similares a preços mais competitivos. Leia aqui a respeito da importância de fidelizar seu cliente.

4. Manter um bom relacionamento e resolver problemas da forma mais rápida possível.
cliente é seu principal parceiro, aquele que movimenta suas vendas, que compra sempre seus produtos, quedivulga sua marca para conhecidos, amigos e familiares, mesmo que de forma indireta, portanto você deve dar a ele a devida atenção, é claro que quanto o maior o número de clientes se torna mais difícil realizar esta tarefa, mas ela é uma etapa muito importante tanto na fase de fidelização do cliente, como também tem uma grande ajuda na divulgação, fazendo um marketing de divulgação espontânea positivo para a marca, clientes bem tratados costumam voltar e criam um interesse maior pela marca, portanto não deixe seus clientes insatisfeitos, faça o que você puder para mantê-los contentes com sua empresa e produtos oferecidos.

5. Criar promoções.
As promoções costumam ajudar e muito a alavancar o número de vendas de produtos, portanto é uma boa maneira de chamar a atenção para seus produtos, e consequentemente para sua marca, além das promoções padrões você poderá utilizar alternativas de promoções que ajudem a cativar ainda mais clientes, como a promoção cumulativa, como exemplos;
Na compra de cinco produtos, o sexto é grátis.
A cada “X” idas à loja você ganha um brinde.

6. Divulgar da maneira correta.
A divulgação como sabemos é uma etapa que requer um bom investimento e também um grande estudo para descobrir quais as melhores formas de divulgar, que são aquelas que trazem um maior retorno, para cada tipo de negócio é uma estratégia diferente, em uma loja de bairro, a divulgação pode ser feita através de banners, panfletos, jornais de bairro e internet. Que é uma das formas baratas de divulgação, já para empresa de grande porte e que tenham condições de arcar com mídias de divulgação mais caras e com maior exposição podemos citar; Comerciais de Tv, rádio, revistas, anúncios em grandes portais da internet etc.

7. Investir é importante para crescer.
Quando falamos de investir, estamos a falar de um investimento no negócio como um todo, e não apenas em divulgação, que de fato também é importante quando já existe um produto/serviço de qualidade a ser vendido, é natural que toda empresa que está crescendo faça melhorias relacionadas a equipamentos, ao local, no atendimento e bem-estar de seus clientes. E isso é extremamente importante para o crescimento da empresa, grandes empresas estão sempre a investir em novas e tecnologias e em todas as etapas de produção e distribuição de seus produtos, como também toda a parte de logística relacionada.

8. Quanto ao produto.
Para o real sucesso de uma marca é necessário oferecer algo que realmente tenha serventia para uma grande parcela de consumidores, com isso chegamos ao ponto chave de sucesso de toda empresa que é a qualidade prestada em seus produtos, isso sem dúvidas é que faz consumidores contentes e que acabam por disseminar os produtos/serviços para diversas outras pessoas, que ao se identificarem também acabam por fazer o mesmo, com isso fazendo uma marca atingir um número absurdo de consumidores, é claro que há outros fatores que podem fazer com esse processo seja acelerado ou mais lento, mas o fato é que dar ênfase máxima na qualidade do produto para suprir necessidades dos clientes é uma das melhores formas de divulgar seu negócio. Se sua empresa não fabrica os próprios produtos tem que dar atenção também ao atendimento com o público, fazer diversas pesquisas de mercado e prever como será o comportamento dos clientes, e o que eles esperam, só assim é possível realmente realizar um bom trabalho.
Fonte: http://www.mestredomarketing.com/

Segredos de uma boa embalagem para um produto

Para que se consiga concretizar boas vendas é necessário um bom produto, isso todos sabemos, mas algo que deve ter empenho também por parte da empresa é quanto a preocupação com o embalagem ao qual esse produto será disponibilizado para a venda, isso fica evidente quando vamos ao supermercado, onde estão dispostos dezenas de produtos, o que chama mais a atenção do consumidor é justamente a embalagem, e se ter um produto de qualidade já é fundamental para conquistar a simpatia dos consumidores para com a marca, com a embalagem o cuidado deve ser o mesmo, sabemos que os consumidores criam também uma relação com as embalagens de seus produtos preferidos embora a embalagem também tenha sua parcela no processo de decisão do consumidor, ela não é unicamente responsável pela realização ou não de uma venda, no caso são pouquíssimas embalagens que tragam realmente algo inovador no quesito.

O Problema da falta de criatividade nas embalagens

A falta de criatividade nas embalagens não é exclusividade de nenhuma marca, o problema está diretamente relacionado ao setor que cria o design e o que aprova a fabricação dessas embalagens, embora não deva haver um excesso de preocupação e utilização de materiais que possam encarecer ainda mais o produto somente por conta de sua embalagem, temos que pensar que a embalagem é a primeira coisas que consumidor repara, ainda mais quando não conhece o produto, na embalagem o consumidor já tira suas próprias conclusões a respeito inclusive da qualidade, uma embalagem considerada ‘feia’ ou ‘simples’ pode simplesmente passar a sensação de que o produto não vale a pena, o que não é interessante para nenhuma marca perder vendas somente pelo design empregado em suas embalagens. Uma embalagem bem desenvolvida atrai a atenção do consumidor mesmo que seja por pouco tempo, a embalagem de um produto é tão importante para o marketing do mesmo quanto outros aspectos.
Elementos de uma boa embalagem
Os elementos que devem ser empregados em toda embalagem são a respeito da formacorletra e iluminação, sendo que nenhum desses itens deve se sobrepor aos demais, para não causar confusão no consumidor, o importante é que todos os pontos sejam legíveis, a cor da embalagem pode sim trazer algum tipo de influência na hora da decisão, não há um formato padrão para embalagens, devido a diversidade de produtos existem alguns estilos parecidos para produtos semelhantes, embora possam ser reformulados, o importante é a originalidade em primeiro lugar, cabe ao designer juntar todos esses elementos para que haja uma harmonia entre eles.
Escolha das cores para uma boa embalagem
dicas para desenvolver uma boa embalagem design
Todos sabemos as cores podem trazer diferentes reações, cada tonalidade pode despertar sentimentos diferentes mesmo que inconscientemente no consumidor, pensando nisso muitas empresas se utilizam de cores parecidas, isso claro depende do ramo do negócio, mas a embalagem deve chamar a atenção do público de alguma forma.
Utilização de Imagens na embalagem ajudam a vender.
Isso obviamente não é uma regra a ser seguida, há tipos e tipos de embalagens, mas muitos acreditam que uma boa imagem embutida na embalagem, algo que represente o produto ou seus efeitos podem trazer bons resultados perante os consumidores, porém a escolha da imagem a ser utilizada deve ser muito criteriosa, afinal essa imagem ficará atrelada e imagem da empresa para sempre, mesmo que haja possíveis reformulações e mudanças no design dessa embalagem.
A embalagem perfeita para meu produto.
Não há um tipo ou modelo de embalagem que tenha o poder de agradar a todos os consumidores ou que determinem o sucesso ou não de um produto, mas seguindo os conselhos já colocados aqui, fazendo uma embalagem em harmonia com o produto, utilizando um pouco de criatividade e se diferenciando dos demais concorrentes as chances dessa embalagem chamar a atenção e ter uma boa aceitação dos compradores é muita. Uma outra dica é não colocar informações em excesso em sua embalagem, coloque o que o consumidor precisa saber juntamente com as outras informações padrões, como detalhes da composição do produto etc.

Fonte: http://www.mestredomarketing.com/

Qual a importância de desenvolver produtos de Qualidade


A qualidade pode ser entendida de diferentes formas e por aspectos totalmente distintos, como podemos perceber em diversos significados dos dicionários, a qualidade pode variar de local para local, com a cultura de cada região, com os valores e necessidades de cada pessoa, a qualidade é a forma com qual nos qualificamos objetos, pessoas, lugares, serviços etc. Para as empresas entender o conceito de qualidade e como emprega-la em seus produtos, fazendo com que o consumidor tenha aquele produto/serviço como algo que realmente atenda as necessidadesdaquele público alvo é importante para o sucesso daquele produto no mercado. Mas qual a importância edesenvolver produtos de qualidade, qual o retorno obtido? E porque algumas empresas insistem em não atentar para algo considerado essencial?


Toda empresa ao disponibilizar produtos no mercado deve observar como os clientes reagem à chegada desses produtos e qual a repercussão que geram. Você já deve ter percebido que algumas marcas já com boa aceitação se tornaram ícones com seus produtos por eles justamente passarem a ideia de qualidade, independente de ser mais caro que seus concorrentes, as pessoas continuam a preferir as mesmas marcas, a ideia de qualidade como já dissemos pode estar relacionada a diversos fatores (Preço, Durabilidade, desempenho, características etc.) quanto ao marketing que é feito desse produto nas mídias, mas mesmo para que o produto se torne um sucesso de vendas para que consiga se manter na preferência dos consumidores só o marketing pesado não basta, e aqui é que vemos o porque da qualidade ser tão essencial assim no produto. veja aqui quais são as dimensões da qualidade para entender melhor.



retorno obtido com produtos de qualidade é realmente superior aos de produtos que não tem isso como maior preocupação, como também os valores agregados a estas empresas, que valem mais, o consumidor está cada vez mais esperto e inteligente, o que obriga as empresas de certa forma a investir mais na produção e aperfeiçoamento de seus produtos e serviços, não investir em novidades e na melhoria geral pode significar um fim próximo para empresa em questão, quanto maior o poder de consumo das pessoas, maior também será a preferência delas por produtos julgados por ter maior qualidade, e não a opção mais barata.
O Marketing também é um bom ponto a ser observado nesse quesito, as pessoas não costumam indicar produtos aos quais não tenham tido uma boa experiência, e muito provavelmente também não vão voltar a fazer negócio com a empresa, o marketing boca-a-boca é tão importante quanto o marketing feito através de outras mídias.
Muitas empresas ainda conseguem manter-se no mercado mesmo tendo não tendo preferência do público alvo, e isso devido à diversos fatores, mas o principal deles ainda é a falta de recursos financeiros dos consumidores para investirem em produtos melhores. Se você é um empreendedor e quer ter a preferência e consequentemente a fidelização dos seus clientes não deixe de atentar para a qualidade daquilo que você está a oferecer, se quer entender melhor como aplicar a qualidade aos seus produtos confira: Como um produto se torna de qualidade.

Fonte: http://www.mestredomarketing.com/

A importância do logotipo para o seu negócio


O LOGOTIPO É A ASSINATURA DA SUA EMPRESA, É ELE QUEM VAI TRADUZIR VISUALMENTE A PERSONALIDADE DA SUA MARCA E GERAR IDENTIFICAÇÃO COM O SEU PÚBLICO. EM UM MERCADO CONCORRIDO COMO QUE NOS ENCONTRAMOS, UM LOGO BEM FEITO FAZ COM QUE O NEGÓCIO OU PRODUTO SE DESTAQUE DOS DEMAIS E TRANSMITA PROFISSIONALISMO E CREDIBILIDADE. Logo ABAIXo ALGUNS LOGOTIPOS FEITOS PELA START UP!.





Mas, para muitos novos empreendedores, a falta inicial de capital faz com que a criação da identidade visual seja adiada até que cheguem mais alguns clientes. Isto pode atrapalhar o contato com novos clientes em potencial, caso você entregue um cartão de visitas sem logo e que não reflete nenhuma característica da marca, por exemplo.
É preciso ter em mente que ao abrir o negócio, deve-se procurar o caminho mais rápido para o sucesso dele. Nesse caso, o logotipo pode ajudar você nessa tarefa, pois ele contribui com a visibilidade e credibilidade da marca. Ignorar a importância do logo pode trazer problemas para a sua empresa como:
Impressão de instabilidade
Caso você comece sua empresa com um logotipo e pouco tempo depois muda sua identidade novamente, acabará criando uma confusão na cabeça de seus clientes, fazendo-os achar que os logos são de negócios diferentes ou que o negócio mudou de dono.
 Aparência de amadorismo
Se você usa materiais que não foram desenvolvidos por profissionais qualificados, essa atitude poderá transparecer que você não é capaz de cumprir seus projetos com a qualidade necessária, ou que não investe no próprio negócio, causando desconfiança e perdendo a credibilidade.
Despreparo
Se você não cuida da sua identidade visual ordenadamente e distribui um cartão de visitas com um logotipo, mas no seu site, por exemplo, tem outro, poderá causar uma crise de identidade para o seu negócio. Procure desenvolver uma identidade única desde o início e trabalhe a fixação da marca com o seu  público.
A importância do logotipo para a empresa
Quando o logotipo é criado, sua marca começa a se fixar na mente dos consumidores, que aprenderão a associar o símbolo com o seu produto ou serviço. Existem diversos fatores irão influenciar na hora de escolher o seu logo, como a área em que você atua, o perfil da sua organização, o público-alvo, entre tantos outros. Por isso, é importante que se faça uma pesquisa a levantem-se dados para que a sua identidade visual esteja de acordo com o perfil da empresa.
Para ilustrar o tópico, vejamos o caso de uma marca brasileira, a Dako.
Ela é uma importante fabricante de eletrodomésticos e decidiu recentemente reformular o logo de sua empresa. Desenvolvido pela equipe de marketing da Dako em parceria com uma agência, o logo mudou do vermelho para o roxo e traz agora um “sorriso”.
Segundo a empresa, a nova identidade visual busca deixar a marca mais jovem e próxima da nova geração de consumidoras, que são as mulheres modernas, jovens e que levam a vida de uma forma mais leve.

O investimento no projeto de rejuvenescimento custou aproximadamente 4 milhões de reais, incluindo o desenvolvimento de novos produtos e ações de marketing.
Como você pode perceber, o logotipo não é simplesmente um desenho, mas sim, antes de qualquer coisa, um conceito transmitido através de uma imagem.


Você com certeza já deve ter visto muitas marcas e logotipos no mercado, e é sobre a importância destes logotipos e marcas e que esse artigo irá tratar
Sem dúvida ao criar um negócio ou desenvolver algo, você sempre terá que ter uma marca relacionada ao produto em que você está a produzir, e é esta marca que remeterá na cabeça dos consumidores se aquele produto é bom ou ruim, de acordo com o conceito que eles tiverem da marca, se é uma marca nova geralmente o consumidor tende a testar antes para divulgar depois a sua opinião, porém se ele já tiver tido problemas relacionados com aquela marca em questão, será muito mais difícil convencer o consumidor a comprar novamente algo que não o traz boas recordações, as marcas são importantes no inicio, pois é através dela que você identifica o produto e informações relacionadas a eles, uma marca bem vista no mundo dos negócios, ou seja com boa referências têm grandes chances de conseguir uma fatia maior do mercado, como consequência uma marca que não seja bem vista, não conseguirá os mesmos resultados, a marca também é muito importante para fidelizar o consumidor, pois ele acabará comprando sempre aquele produto em que gostou, e dificilmente irá mudar, ou seja é essencial para cada empresa criar sua própria marca, e registra-la para que assim possam se obter melhores resultados com os consumidores, mas além da Marca em si, outras coisas estão envolvidas, dentre elas a Qualidade que os produtos desta empresa têm e também sua a eficiência, em alguns casos também garantia, todas estas informações ficam embutidas na Marca da empresa, o que pode ou não facilitar as vendas.

Outra coisa muito importante é o desenvolvimento de logotipos


Os logotipos estão sempre associados a uma marca em questão e eles também são importantes tanto de maneira estética, como também para uma rápida associação com a marca, mesmo que no logotipo não contenha o nome da marca, o consumidor acaba rapidamente associando a Marca ao logotipo, os logotipos bonitos geralmente atraem mais a atenção dos consumidores. O logotipo é a forma de representar uma marca graficamente, geralmente por meios de desenhos, os logotipos geralmente estão sempre inseridos nos produtos das empresas, e são eles que futuramente irão servir de marketing de empreendimento, ou seja desenvolver um bom logotipo que seja de fácil memorização, e não contenham muitos elementos gráficos, para que sejam mais fielmente reproduzidos é de extrema importância para qualquer marca.

Agora que você viu a importância de um logo profissional para a sua empresa, venha cuidar da sua identidade visual com a START UP! Artes Gráficas.

Fontes : http://google.com.br
http://www.mestredomarketing.com/

Erros comuns ao criar Logotipos

Ao criar qualquer tipo de Logotipo, é necessário ficar atento a alguns erros que muitas pessoas acabam cometendo e que podem colocar a perder todo o trabalho de desenvolvimento do logo, este artigo tem como objetivo mostrar quais são os principais erros que as pessoas cometem ao tentar desenvolver logotipos. Muitos erros acabam sendo cometidos por inexperiência, no caso de um profissional da área de design isso é mais difícil de ocorrer, mas para pessoas amadoras que tentam desenvolver seus próprios logos ocorre muitas dúvidas e por consequência acabam não desenvolvendo bons logos, isso se deve também ao talento de cada um, é certo que a criatividade e o bom senso são essenciais para o desenvolvimento de bons logos.



Contratação de amadores para realizar um serviço de um profissional
Sendo por preguiça de procurar bons profissionais, ou simplesmente fazer uma economia, muitas pessoas acabam contratando pessoas sem experiência para o desenvolvimento do logotipo, na maioria das vezes por indicação de amigos, ou amigos de amigos, e contratar pessoas sem experiência para esta tarefa, ou que não tenham realmente demostrado potencial pode ser um grande erro e uma perda de tempo e dinheiro totalmente desnecessária, afinal o logotipo é a identidade visual da marca, é extremamente importante, confira um artigo onde explico qual a real importância de um logotipo, sabendo disso você deve escolher bem o profissional e não tentar desenvolver por conta própria, uma pessoa sem experiência e habilidades com os programas que são geralmente usados na criação de logos dificilmente realizará um bom trabalho mesmo com tempo para a tarefa.
Seguir tendências não é uma boa opção.
Pode parecer que seguir as tendências que estão surgindo seja uma boa maneira para desenvolver o conceito do logotipo, como também suas características de design, a moda como todos sabem é algo passageiro e que se transforma muito rápido, então basear todo o seu trabalho em algo que à curto prazo pode ser visto como algo “brega” não é uma boa ideia, o certo a se fazer é pensar em um logo que possa se perpetuar por muitos anos, sem a necessidade de atualizações constantes, observe os logotipos de grandes marcas e veja como eles possuem características que permitem serem utilizado por muitos anos, não sofrendo interferências das novas gerações. Neste caso é recomendável não exagerar em efeitos, isso pode tornar inclusive o logo comum e sem características marcantes, o que afeta também a credibilidade do profissional envolvido.
Saia do normal, não tenha medo de arriscar possibilidades e corrija erros.
Ao criar um logotipo muitas coisas devem ser pensadas, como na empresa, na ideologia da empresa, nas informações a serem repassadas através do logotipo, mesmo que de forma indireta, o que o logo deve despertar no consumidor e diversas outras coisas, então nesse caso você não deve ficar preso em uma ideia, deve arriscar e fazer esboços com diferentes ideias, analisar todas as possibilidades e caso algo não saia como no planejado, simplesmente corrija os erros, a perfeição é algo impossível, mas pode-se chegar perto, use sua criatividade e bom senso para realizar um bom trabalho.


Nunca copie o que já deu certo.
Essa parece até uma dica sem sentido, mas o fato é que muitos logos são construídos tendo como base outros logos, em alguns casos não há mínima vontade de disfarçar a ‘inspiração’, além de ser horrível para a imagem de ambas as empresas, mesmo que menos para a marca copiada, o fato é que nunca se deve fazer esse tipo de coisa, em muitos casos podemos achar imagens na internet satirizando esse tipo de plágio (que é mais comum do que se imagina), empresa nenhuma passa uma boa impressão ao seu consumidor utilizando logotipos baseados em outras marcas, ainda mais quando concorrentes!
Não testar o Logo para diversos fins.
Outro ponto a ser observado é os testes que devem ser feitos no logotipo para testar se o mesmo vai servir para todas as necessidades da empresa, sabemos que logotipos são impressos nos mais diferentes tipos de papéis e tamanhos, portanto é necessário que o mesmo permaneça legível nas mais diferentes situações para que não haja futuros transtornos, é importante também testar o logo com diferentes cores, inclusive somente em preto e branco, afinal nem sempre a impressão é feita a cores, o que deve-se pensar é que o logo deve servir para os mais diferentes tipos de anúncios, folhetos, banners, outdoors etc.
Criar imagens de duplo sentido e inadequadas.
Outro problema comum é o uso de imagens que podem ser relacionadas de alguma forma ao sexo, ou partes genitais, tanto masculina como feminina, e isso pode prejudicar e muito a imagem de qualquer empresa, portanto tome cuidado com traços, desenhos fálicos, ou qualquer parte do logotipo que possa ser confundido com algo que a empresa não queira passar.
Uso de figuras genéricas
Um coração, computadores e no caso de dentistas a utilização de um dente, é muito comum que os profissionais assemelhem logo de cara uma imagem genérica relacionada à sua profissão ou atividade em que trabalha, não há nada de errado, mas lembre-se que isso não é regra e pode representar uma falta de criatividade, lembre-se que muitos logotipos como, por exemplo, o da Apple, embora esteja presente em computadores e celulares, o logotipo em si não leva representações dos mesmos.
Utilizar imagens provenientes de banco de imagens.
Se você irá criar um Logo para ser usado comercialmente você definitivamente não deve utilizar imagens que encontra na internet para compor seu logo, mesmo que apenas use como detalhe, se a imagem não foi criada por você, logo não poderá ser utilizada em nenhum dos seus projetos, pois a imagem pode ter direito autorais, e neste caso você enfrentará muitos problemas.
Complexidade do Logo.
Se você parar para analisar logos já existente no mercado e que tem reconhecimento instantâneo do público, verá que em geral eles não possuem muitos elementos gráficos, e não há muita complexidade ao tentar reproduzir esses logotipos, portanto aqui fica uma dica, não exagere, não crie um logo praticamente impossível de ser reproduzido e nem algo sem criatividade e extremamente simples, em mais um caso temos que ter o bom senso.
Escolha das Fontes.
Se você irá utilizar fontes, saiba que ela deve ser legível em diferentes formatos e não fazer combinações de diferentes fontes para um mesmo logo, as fontes necessitam ter harmonia com a marca e estar dentro do conceito da mesma.


Fonte: http://www.mestredomarketing.com/
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial