quarta-feira, 30 de julho de 2014

Máquinas planas ou rotativas?


Existem muitos tipos de equipamentos disponíveis quando o assunto é impressão, isso depende também do tipo de trabalho e do método de impressão escolhido. Uma das perguntas mais comuns quando falamos em impressão offset é se o equipamento usado é plano ou rotativo.
Este post faz parte da série Produção Gráfica. Se você quer ver todos os posts publicados até agora, bata clicar no link.

Máquina de impressão Plana

Tecnicamente é fácil distinguir uma impressora plana de uma rotativa. Falando de um jeito bem simples, uma impressora plana é aquela onde a matriz fica disposta de forma plana e o papel entra na máquina em folhas soltas, também dispostas sobre uma base plana.
Impressora offset plana ©Shutterstock
Impressora offset plana ©Shutterstock
É uma tecnologia que vem perdendo espaço de mercado para as máquinas rotativas, mas ainda é muito utilizada em todo o mundo. O principal causador desta mudança é o crescimento do estabelecimento gráfico exigindo maior investimento em equipamentos mais rápidos e garantam baixo custo em pequenas tiragens, o aumento da concorrência também é outro fator estimulante.

Máquina de impressão rotativa

Facilmente deduzível, o modelo de impressão rotativa baseia-se principalmente em rolos (ou cilíndros) que suportam tanto a matriz quanto o papel durante todo o processo de impressão. Este processo é muito mais rápido que o método plano e gera maior economia tanto no tempo de produção quanto na vida útil do equipamento, já que é um processo que sofre menos impacto.
Impressora offset rotativa ©Shutterstock
Embora seja muito simples compreender estes conceitos eminentemente técnicos, quando designers e produtores gráficos usam estas expressões estão se referindo basicamente ao modo como o papel entra na máquina e não no mecanismo através do qual se dá a impressão.
Na máquina plana o papel entra cortado, em folhas soltas, enquanto que no modelo rotativo ele entra de maneira contínua, através de uma bobina, tal como você pôde ver na imagem acima. Outra forma de diferenciar os dois mecanismos seria falar em máquinas de folha e máquinas de bobina.
Estes dois modelos de impressão serão abordados mais afundo nos próximos posts, principalmente quando viajarmos pelo maravilhoso processo da impressão offset. Por enquanto estou apenas lhe apresentando os conceitos para que você possa ir se familiarizando com as particularidades do meio gráfico.
Não se esqueça de acompanhar todos os posts desta série, Produção Gráfica, desde o início. Clique no link, adicione aos seus favoritos e não perca esta oportunidade de conhecimento.
Fonte: http://clubedodesign.com/
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário