terça-feira, 24 de junho de 2014

6 Dicas para alavancar sua carreira de freelancer

As dicas abaixo são para você conseguir alavancar sua carreira de freelancer, mas não se prende a elas. Ah, e lembre-se as mesmas também podem e DEVEM ser aplicadas para conseguir entrevistas em agências.

1) Monte um portfólio
Algumas pessoas devem estar pensando “Como vou montar um portfólio se comecei agora?”
Você pode começar  criando “clientes fictícios” e produzir material em cima dele, por exemplo uma criação profissional de logotipia e identidade visual e/ou site.
Mas, se você é como eu e acha que o resultado fica muito “irreal” existem diversos sites de concorrência de Design que contém clientes e reais briefings que você pode ler e participar acumulando um portfólio bem bacana.
Ps: Não concordo com concorrência, pois desvaloriza o mercado, mas ler briefing  e não participar para tentar chegar a algum resultado legal para apenas montar o portfólio é uma opção bem legal.
2) Crie uma fan page
Estamos no meio digital, no meio das redes sociais, então deixe sua presença na internet mas não crie por criar, apenas para falar que “está” nas redes sociais, porque na verdade sabemos que você não está e é o que acontece com muitas empresas.
É interessante você montar uma fan page, porque muitas oportunidades profissionais minhas (tanto freelancer como trabalho em agência) foram indicados por amigos da área ou não, que estavam acompanhando a minha página.
3) Não fique só na fan page
Algumas pessoas ficam só na sua fan page e se esquecem que muitos clientes ainda não tem Facebook (ainda mais aqueles que são mais tradicionais) e mesmo se eles tiverem a rede social não é o melhor lugar para ver o tipos de serviços que você presta.
Crie um site! A diversos jeitos de fazer um site, mas se você não é web designer há a ferramenta WordPress que é um mecanismo criado inicialmente para blogs mas que há diversos templates GRATUITOS que são apenas sites (sites e blog, mas você pode tirar o blog e ficar só com a aparência de site).
“Mas Lucas, tem diversos templates, quais eu uso? ” A linguagem web sempre está se atualizando, então é interessante você procurar templates feitos em html5 e que sejam responsivo, isso é, o o site se monta para diversos dispositivos móveis diferentes, facilitando a navegação de quem usa celular, tablet e afins.
“Mas Lucas, os templates mostram muitas opções que eu posso usar, mas eu não tenho tanto portfólio para isso” Procudre pelos templates one page ou landing page, que são página de uma página só, mas que não perdem nada para o profissionalismo, ainda mais os que tem o mecanismo “parallax”.
Olhando no youtube você pode ver DIVERSOS tutoriais desde instalação do wordpress á como usar o template que você baixou, procure!
4) Produza conteúdo
Escrever para blogs é uma ótima forma para mostrar que você tem entendimento do serviço que você está oferecendo.
Muitas pessoas falam “Ah, mas não escrevo bem” ou “Não tenho nada para escrever” ouço apenas desculpas.
Todos podemos escrever bem e todos temos algo para compartilhar, só se claro, você não estudar e não trabalhar na área, mas ai você não estaria lendo esse artigo, certo?
Escreva e-mails para blogs, mesmo que não estejam abertos a colunistas. Quando entrar em contato com eles, já envie um artigo junto, pois se for um artigo de qualidade você terá seu espaço merecido.
5) Tenha material físico
Além de ter um portfólio físico para mostrar o serviços que você pode oferecer, desde de logotipo até produção de conteúdo (Redator publicitário e/ou webwriting) é de extrema importância que você tenha cartões de visitas feitos e de ótimo qualidade, pois será a primeira impressão que seu possível cliente terá do seu material.
Se você produziu uma arte de má qualidade e/ou economizou na qualidade da produção do cartão de visita é bem provavel que você não terá uma boa aceitação .
6) Se coloque no lugar do cliente
Essa acredito que seja a dica mais importante que eu possa dar: Se coloque no lugar do cliente!
Como você gostaria de ver um site da empresa que você deseja contratar? O cartão de visita? O atendimento?
Se coloque no lugar do cliente e trabalhos não lhe faltarão.
Fonte: http://www.designculture.com.br/
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário